Desperta Ceará

Branham

 

História da vida do Profeta William Marrion Branham

História da vida do Profeta William Marrion Branham

William Marrion Branham

O profeta de Deus para esta era

William Marrion Branham nasceu no dia 06 de abril de 1909, numa cabana de pau-a-pique, em Berksville, Kentucky, e viveu a maior parte de sua vida em Jeffersonville – Indiana, nos Estados Unidos da América.
Aos vinte e dois anos de idade casou-se com Hope Brumbach, com a qual teve dois filhos, Billy Paul Branham e Sharon Rose Branham. Durante a enchente que ocorreu em 1937 no rio Ohio, rio que o irmão Branham, (você encontra tal história em livros e literaturas sobre esse profeta) da queda de vários operários (uma das visões do irmão Braham), ele perdeu sua jovem esposa e a filhinha. Depois de viver alguns anos como viúvo, William Branham casou-se novamente, no dia 23 de outubro de 1941, com Meda Broy, sobre quem ele faz referência, pregando na abertura do Sexto Selo: “E mesmo gostando muito dela, eu não teria me casado com ela se Deus não tivesse dito para fazê-lo…” Meda Branham lhe deu três filhos: Rebeca Branham, Sara Branham e José Branham.
O ministério sobrenatural de William Branham  cumpriu a profecia de Malaquias 4:5-6. E sua mensagem é a revelação que faz manifesto e claro todo o mistério, o de Deus, para Sua Noiva, Sua Esposa. William Marrion Branham, sem sombra de dúvida, foi o profeta de Deus para esta era e pregou a mensagem que Deus lhe ordenou, para trazer os predestinados de volta à Palavra. Onde estiver o corpo, aí ajuntarão as águias.

UM PROFETA?

Na Bíblia, Deus sempre trouxe Sua Mensagem ao povo do mundo através do profeta da era. Ele falou a Moisés através de uma sarça ardente e lhe deu a comissão para guiar os hebreus para fora do Egito. A Coluna de Fogo visível e outros sinais foram dados para vindicar seu ministério. João Batista trouxe uma Mensagem preparando o mundo para o Messias vindouro. Enquanto batizava o Senhor Jesus no Rio Jordão, uma Voz do Céu confirmou o Ministério de João, “Este é Meu Filho amado em quem Me comprazo”. Anos mais tarde, a Voz do Senhor Jesus foi ouvida novamente falando ao profeta quando Ele falou com Paulo através de uma Luz ofuscante. E, mais tarde, lhe deu a comissão para colocar as igrejas em ordem. Através do Novo e do Velho Testamento, Deus nunca falou ao Seu povo por meio de um sistema denominacional. Deus sempre falou ao Seu povo através de um homem: Seu profeta. E Ele vindicou estes profetas através de sinais sobrenaturais.

Mas, e quanto a hoje? Deus ainda revela Sua Palavra aos profetas? Ainda há sinais sobrenaturais? Enviaria Deus ao mundo um profeta dos dias modernos? A resposta é a mais definitiva, “Sim”.

Mas como nós saberemos quando um profeta se levanta? Como ele se parecerá? Como ele agirá? Qual sinal ele nos dará? Quais Escrituras ele cumprirá?
Os profetas de antigamente eram bravos homens de Deus, e não temiam em se parar contra as organizações religiosas de seus dias. Na verdade, eles quase sempre eram desprezados pelo clero. Elias desafiou as organizações religiosas do seu dia, lhes perguntando se Deus respeitaria a oferta deles ou a sua. Eles gritaram. Eles profetizaram. Eles saltaram sobre o altar. Eles se feriram com facas. Mas Deus não os ouviu. Elias olhou para o Céu e disse, “Que se faça conhecido neste dia que Tu és Deus em Israel, e que eu sou Teu servo, e que eu fiz todas estas coisas por Tua Palavra”. Então, ele invocou que descesse fogo do Céu para consumir sua oferta. Micaías, o profeta, resistiu ao Rei de Israel e todo o sacerdócio quando ele repreendeu o Sumo Sacerdote Zedequias por profetizar uma mentira. O Sumo Sacerdote o feriu no rosto e o Rei o aprisionou por falar a verdade. Até mesmo o Senhor Jesus foi do mesmo modo odiado pelas organizações religiosas do Seu dia, a ponto de eles O crucificarem ao lado dos mais infames criminosos.

Se houvesse um profeta neste dia moderno, como ele seria aceito pela igreja católica? Pela igreja batista? Pela igreja luterana? Por qualquer denominação?

O Senhor Jesus comissionou a todos que n´Ele cressem: “E esses sinais seguirão aos que crerem; Em Meu nome expulsarão demônios, falarão novas línguas, pegarão em serpentes; e se beberem qualquer coisa mortífera, não lhes causará dano; imporão as mãos sobre os enfermos e eles sararão”. (Marcos 16:17-18). Essa escritura é verdadeira hoje? Se não for verdadeira, quando expiraram as Palavras do Senhor Jesus? Através da Bíblia, os profetas são capazes de curar os enfermos, expulsar demônios e realizar milagres. Moisés fez uma serpente de bronze perante o povo de Israel para curá-lo da picada das serpentes venenosas (Números 21:9). Naamã, um dos mais poderosos homens da Síria, veio ao profeta Eliseu para ser curado de lepra (II Reis 5:9). Quando o jovem caiu da janela superior e morreu, o profeta Paulo o abraçou e trouxe de volta à vida o corpo morto (Atos 20:10). Nós somente temos registro de três anos da vida do Senhor Jesus. Durante estes poucos anos, ele continuamente curou os enfermos. Os cegos tornaram a ver. Leprosos foram curados. Os surdos receberam sua audição. Os coxos caminharam. Todo tipo de doença foi curada. (Mateus 4: 23).

Os profetas de antigamente eram bravos homens de Deus, e não tinham medo de se parar contra as organizações religiosas do seu dia.

Até mesmo os segredos mais bem guardados do coração dos homens foram feitos conhecidos para estes homens de Deus. O Rei Nabucodonosor teve um sonho atribulado, mas ele não conseguia se lembrar sobre o que era. O profeta Daniel contou ao Rei tanto o sonho quanto a profecia que se seguia (Daniel 2: 28). Nada ficou escondido de Salomão quando a Rainha de Sabá veio perante ele. Ele estava tão cheio do Espírito que lhe disse as perguntas do coração dela antes que ela as perguntasse (II Reis 10: 3). Eliseu contou ao Rei de Israel todos os planos do Rei da Síria, até mesmo suas palavras faladas em sua cama. (II Reis 6:12).

Através de Suas próprias ações, o Senhor Jesus mostrou que este Espírito de discernimento é o Espírito de Cristo. Ele discerniu a natureza de Natanael quando Ele disse, “Eis aqui em verdadeiro israelita, em quem não há dolo”. E prosseguiu para dizer a Natanael onde ele estava quando Filipe contou-lhe sobre o Messias (João 1:49). Quando ele viu que Jesus conhecia seu coração, Natanael imediatamente O reconheceu como o Cristo. A primeira vez que Jesus viu Pedro, ele lhe disse o nome do seu pai, Jonas (João 1:42). Pedro, então, abandonou tudo e seguiu Jesus pelo resto de sua vida. Jesus encontrou a mulher samaritana no poço e contou-lhe todos seus pecados passados. Suas primeiras palavras foram, “Senhor, percebo que Tu és profeta” (João 4:18). Todas essas três pessoas eram de diferentes classes sociais, no entanto, elas imediatamente reconheceram Jesus quando Ele mostrou o dom do discernimento. Este dom desapareceu quando a última página da Bíblia foi escrita? Se estes milagres estão tão claramente escritos na Bíblia, onde eles estão hoje? Um profeta dos dias modernos certamente seria vindicado pelos milagres.

Deus se esqueceu de Seu povo? Ele ainda é capaz de curar os enfermos? Ele ainda fala conosco através dos Seus profetas? Alguns dos profetas previu este dia? Há profecias que ainda têm de ser cumpridas?

 

A PROMESSA DE UM PROFETA NOS ÚLTIMOS DIAS

O Senhor nos disse no livro de Malaquias, “Eis que eu vos envio o profeta Elias, antes que venha o dia grande e terrível do SENHOR”.

O grande e terrível dia do Senhor ainda está por vir, assim, nós deveríamos sinceramente procurar por este profeta. Se a Bíblia for verdadeira, então este profeta não virá para as principais organizações religiosas.
Ele virá para uns poucos predestinados e selecionados. Imagine se este profeta veio e foi perdido. Que tal se ele se parece com os profetas de antigamente e somente um punhado de pessoas o reconhecem? Se este profeta deve retornar no último dia, como nós o conheceremos? A resposta é claramente vista nas Escrituras. Ele terá a natureza de um profeta. Ele conhecerá os segredos do coração. Ele realizará milagres. As principais organizações religiosas tentarão desacreditá-lo. Mas, haverá uns poucos escolhidos que o reconhecerão como o mensageiro prometido para o dia.

Como nós saberemos quando Elias retorna? Quais características ele apresentará a fim de que nós possamos reconhecê-lo?

Elias era um homem do deserto. Grandes sinais e maravilhas seguiram seu ministério. Ele pregou contra os males do seu dia. Ele pregou especialmente contra a imoralidade da Rainha Jezabel. Quando Elias foi levado ao Céu em uma carruagem de fogo, seu espírito caiu sobre Eliseu. Seu ministério, então, foi marcado por grandes sinais e maravilhas, e Eliseu também pregou contra os pecados do mundo. Ambos os profetas permaneceram sozinhos contra as organizações religiosas daquele dia (I Reis 18: 21).  Centenas de anos mais tarde, o mesmo espírito retornou à terra em João Batista. O profeta Malaquias predisse que Elias retornaria para apresentar o Senhor: ‘‘Eis que enviarei o meu mensageiro e ele preparará a caminho diante de Mim’’ (Malaquias 3:1). João Batista foi fiel ao modelo quando ele chamou ao arrependimento entre os filhos de Israel. Como Elias, ele pregou contra o rei e as organizações religiosas modernas. O Senhor Jesus confirmou que João Batista era o profeta de Malaquias 3 no livro de Mateus: “Porque este é de quem está escrito: Eis que envio Meu mensageiro diante de Tua face que preparará Teu caminho diante de Ti” (Mateus 11: 10).

Dois mil anos depois de João Batista, é tempo novamente para que o espírito de Elias retorne à terra.

Aquele dia chegou. Nesta era, nós vimos o espírito de Elias retornar à terra. Ele desafiou o sistema denominacional moderno. Ele se pôs contra os pecados do mundo. Ele mostrou inúmeros sinais e maravilhas. Ele pregou a Bíblia palavra-por-palavra de Gênesis a Apocalipse. E ao ler este artigo, você é responsável por saber que Deus enviou um profeta. O profeta de Malaquias 4 esteve entre nós e ele trouxe uma Mensagem do Trono do Deus Todo-Poderoso. O nome daquele profeta é William Marrion Branham.

Desde que o Senhor Jesus Cristo caminhou na terra nenhum homem influenciou o mundo de um modo tão profundo. De um começo humilde em uma cabana de um aposento nas colinas de Kentucky, a Amarillo, Texas, onde o Senhor o levou para casa, sua vida foi continuamente marcada por eventos sobrenaturais. Sob a direção do Anjo do Senhor em 1946, o Ministério do Irmão Branham produziu uma centelha que deu a ignição para um grande período de grandes reavivamentos de cura que varreram a América e o mundo. Neste dia, ele é reconhecido pelos historiadores cristãos como o “pai” e “precursor” do reavivamento de cura dos anos de 1950 que transformou a igreja pentecostal e basicamente deu origem ao movimento carismático, que hoje influencia quase cada denominação protestante. No entanto, fiéis ao modelo, as denominações descontam seus ensinamentos e negam sua comissão.

Onde quer que ele fosse, Deus provou que o  irmão Branham é o profeta para esta geração. Como Jó, o Senhor conversou com ele em um redemoinho. Como Moisés, a Coluna de Fogo foi visto guiando-o. Como Micaías, ele foi ultrajado pelo clero. Como Elias, ele era um homem do deserto. Como Jeremias, ele foi comissionado por um Anjo. Como Daniel, ele teve visões do futuro. Como o Senhor Jesus, ele conheceu os segredos do coração. E, como Paulo, ele curou os enfermos.

O Senhor visitou Seu povo novamente através de um profeta. No tempo mais escuro da história, em que a moralidade afundou nas profundezas nunca antes vista e armas de destruição em massa assombram no horizonte, um homem humilde foi enviado da presença de Deus para chamar uma raça moribunda ao arrependimento. Seu legado não está simplesmente em livros e fitas. Seu legado está na salvação de milhões de almas que aceitaram a Cristo por causa do seu Evangelho.

O discípulo amado, João, escreveu sobre o Senhor Jesus: ‘‘E há também muitas outras coisas que Jesus fez, as quais, se fossem escritas cada uma, eu suponho que até mesmo o próprio mundo não poderia conter os livros que deveriam ser escritos’’. Amém. O mesmo pode ser dito sobre a vida do Irmão Branham. Nós temos 1183 sermões gravados com milhares de histórias sobre a vida deste bravo homem. Entretanto, nós continuamente ouvimos novos testemunhos de sua influência nas vidas de milhões de pessoas. Este artigo nunca conseguiria arranhar a superfície do impacto que este homem de Deus teve sobre o mundo.

O COMEÇO

“Quando eu nasci em uma pequena cabana de Kentucky, o Anjo do Senhor entrou pela janela e parou-se ali. Havia uma Coluna de Fogo”.

O alvorecer estava apenas começando a furar a escuridão do céu fresco de abril. A única janela de madeira se abriu para deixar a luz ofuscada da manhã entrar na diminuta cabana de um aposento. Um tordo parado perto da janela parecia estar especialmente empolgado nesta manhã e estava cantando com as plenas forças dos seus pulmões. Dentro da cabana, um jovem Charles Branham colocou suas mãos no macacão novinho e olhou para sua esposa de 15 anos. “Nós chamaremos seu nome William”, disse o pai.

Entrando pela janela veio uma Luz sobrenatural. A Luz moveu-se pelo aposento e pairou sobre a cama onde o bebê acabara de nascer. Esta Luz era a mesma Luz que trouxe os filhos hebreus para fora do Egito. Era a mesma Luz que se encontrou com Paulo na estrada para Damasco. E Ela continuaria para guiar este bebezinho para chamar uma Noiva de Cristo para fora do mundo. A Luz, não nenhuma outra senão o Anjo do Senhor, a Coluna de Fogo; e Ela tinha novamente aparecido ao homem.

E ali dentro, nesta cabaninha de toras, naquela manhã de 6 de abril, quando a parteira abriu a janela, para que a luz pudesse brilhar para mostrar – que a mamãe veja como me pareço e papai. Quando eles olharam, dentro havia Luz que vinha em redemoinho através da janela mais ou menos do tamanho de um travesseiro. E Ela circulou ao redor de onde eu estava, e desceu sobre a cama. Diversas pessoas da montanha estavam em pé ali. Elas estavam chorando.

A humilde casa ficava nas Colinas do sul de Kentucky, próxima a cidadezinha de Burkesville. A data era 6 de abril de 1909. O bebê era o primeiro de dez crianças que nasceriam para Charles e Ella Branham, pais de William Marrion Branham.

Não demorou muito antes que o Anjo do Senhor visitasse o jovem William Branham.

Quando ele era uma criancinha com cerca de dois anos de idade, o Anjo do Senhor falou com ele pela primeira vez, dizendo que ele viveria sua vida perto de uma cidade chamada New Albany. Ele entrou em casa e contou a história para sua mãe, Ella Branham. Como qualquer mãe, ela não pensou muito na história de seu filho de dois anos. Dois anos mais tarde, sua família se mudou para Jeffersonville, Indiana, apenas a alguns quilômetros da cidade Indiana de New Albany.

O Anjo falou novamente ao jovem profeta alguns anos mais tarde. Era um dia calmo de setembro com o sol morno brilhando através das folhas coloridas de outono. O rapazote estava mancando enquanto carregava dois baldes de água descendo a trilha. Um sabugo de milho estava amarrado debaixo do seu dedão ressaltado para evitar a sujeira. Ele sentou-se para descansar debaixo da sombra de um álamo. As lágrimas corriam de seus olhos enquanto ele chorava por causa de sua desventura. Seus amigos estavam se divertindo no poço de pescaria local, e ele estava preso carregando água para seu pai. Repentinamente, um vento começou a rodopiar na árvore acima dele. Ele secou seus olhos e se pôs de pé. Ele ouviu o som de folhas soprando ao vento, mas, não havia vento. Ele olhou para cima, e um pouco acima do álamo, um vento estava rodopiando as folhas secas.

De repente, uma Voz falou, “Não beba, fume nem corrompa seu corpo de modo nenhum, pois, haverá uma obra para você fazer quando ficar mais velho”. O menino de sete anos assustado derrubou seus baldes e correu para sua mãe. Como o profeta Samuel, Deus tinha novamente falado com uma criança.

O irmão Branham falou desses eventos no sermão intitulado:  A Historia da minha vida – pregado em 19 de abril de 1959, um dos 1283 sermões pregados por William Branham.

Algumas semanas mais tarde, ele estava brincando de bolitas com seu irmãozinho. Uma sensação enjoada veio sobre ele. Ele olhou para o Rio Ohio e viu uma linda ponte. Dezesseis homens caíram para a morte enquanto a ponte cruzava o rio. O jovem profeta tinha tido sua primeira visão. Ele contou para sua mãe e ela anotou sua história. Vinte e dois anos mais tarde, 16 homens caíram para a morte quando a ponte da Segunda Rua, em Louisville, Kentucky, estava sendo construída sobre o Rio Ohio. Como os profetas antes dele, o Senhor estava mostrando-lhe visões do futuro. E como os profetas antes dele, as visões nunca falharam. Como os profetas antes dele, o Senhor estava lhe mostrando visões do futuro.

OS ANOS MAIS JOVENS

Por toda sua vida, o Irmão Branham ansiava em estar no deserto. Na idade de 18 anos, ele deixou Indiana, indo para as ásperas montanhas ocidentais. Não demorou muito, ele foi forçado a voltar. Ele fez o seguinte registro de sua decisão de viajar para o oeste em seu livro intitulado, “Jesus Cristo o Mesmo Ontem, Hoje e para Sempre”.

Um dia eu decidi que eu tinha encontrado uma maneira de me livrar daquele chamado, eu ia ir para o oeste para trabalhar em uma estância de gado. Amigo, Deus é tão grande lá quanto ele é em qualquer lugar. Que você tire proveito disto pela minha experiência. Quando Ele chamar você, responda a Ele.

Numa manhã de setembro no ano de 1927, eu disse para minha mãe que ia ir numa viagem de acampamento em Tunnel Mill, que fica cerca de vinte e dois quilômetros de Jeffersonville, onde nós vivíamos naquele tempo. Eu já tinha planejado uma viagem ao Arizona com alguns amigos. Quando minha mãe ouviu falar de mim de novo, eu não estava em Tunnel Mill, mas em Phoenix, Arizona, fugindo do Deus de Amor. A vida de estância foi muito boa por um tempo, mas logo envelheceu, como qualquer outro prazer do mundo. Mas, que eu possa dizer aqui. Louvado seja Deus, que a experiência com Jesus fica cada vez mais doce o tempo todo e nunca envelhece. Jesus sempre dá perfeita paz e conforto.

Muitas vezes eu ouvi o vento soprar através dos altos pinheiros. Parecia como se eu pudesse ouvir sua doce voz chamando lá fora na floresta dizendo, “Adão, onde tu estás?” As estrelas pareciam estar tão próximas de você, que você poderia apanhá-las com suas mãos. Deus parecia estar tão perto.

Uma coisa que parece significar tanto para mim, mesmo em relação àquela zona, são as estradas no deserto. Se você alguma vez sair da Estrada, você se perde muito facilmente. Por muitas vezes os turistas veem florzinhas do deserto e saem da rodovia para apanhá-las. Eles vagam no deserto e ficam perdidos e, às vezes, morrem de sede. Assim é do modo cristão – Deus tem uma rodovia. Ele fala dele em Isaias, 35° capítulo. É chamado de “Caminho da Santidade”. Muitas vezes, pequenos prazeres do mundo tiram você para fora da rodovia. Então, você perdeu sua experiência com Deus. No deserto, quando você está perdido, algumas vezes, aparece uma miragem. Para as pessoas que estão morrendo de sede, a miragem será um rio ou um lago. Muitas vezes, as pessoas correm atrás dela e caem dentro dela somente para descobrirem que elas estão apenas se banhando em areia quente. Às vezes, o diabo lhe mostra algo que ele diz ser uma boa diversão. Isto é apenas uma miragem, é algo que não é real. Se você ouvir, você se achará colhendo tristezas sobre sua cabeça. Não preste atenção nele, caro leitor. Creia em Jesus que lhe dá água viva para os que têm fome e sede.

Um dia eu recebi uma carta de casa me dizendo que um dos meus irmãos estava muito doente.

Era Edward Branham, aquele próximo a mim. Naturalmente, pensei que não era nada sério, assim, eu acreditava que ele ficaria bem. Mas, uma noite, alguns dias mais tarde, quando eu estava vindo da cidade enquanto eu passava através do refeitório da estância, eu vi um pedaço de papel sobre a mesa. Eu o apanhei. Eu li, “Bill, venha ao pasto norte. Muito importante”. Depois que eu li o bilhete, um amigo e eu caminhamos para o pasto. A primeira pessoa que eu encontrei foi um velho estancieiro Estrela Solitária que trabalhava na estância. Seu nome era Durfy, mas, nós o chamávamos de “Pop”. Ele tinha uma expressão triste em seu rosto enquanto ele dizia, “Billy rapaz, eu tenho más notícias para você”. Naquele momento o capataz veio caminhando. Eles me disseram que um telegrama tinha acabado de chegar contando-me sobre a morte do meu irmão.

Caro amigo, por um momento eu não pude me mover. Foi a primeira morte em nossa família. Mas, a primeira coisa em que eu pensei foi se ele estava preparado para morrer. Quando eu voltei-me ao redor e olhei para o prado amarelo, lágrimas desceram por minhas bochechas. Como eu me lembrei como nós lutáramos juntos quando nós éramos rapazotes e quão duro tinha sido para nós.

Nós íamos à escola com quase nada para comer. Os dedões ficavam para fora dos sapatos e nós tínhamos que usar casacos velhos alfinetados no pescoço porque nós não tínhamos camisas para vestir. Como eu me lembrei, também, um dia em que mamãe tinha um pouco de pipoca em um baldinho para almoço. Nós não comíamos com o resto das crianças. Nós não podíamos dispor de comida como elas podiam. Nós sempre deslizávamos sobre a colina e comíamos. Eu me lembro que no dia em que nós tínhamos pipoca, nós pensávamos que nós tínhamos um verdadeiro manjar. Assim, para me assegurar que eu conseguiria minha porção dela, eu saia antes do meio-dia, apanhava um bom punhado antes que meu mano pegasse sua porção.

Em pé ali, olhando para o prado chamuscado pelo sol, eu pensei em todas aquelas coisas e me perguntei se Deus o tinha levado para um lugar melhor. Então, novamente Deus me chamou, mas, como de costume, eu tentei rechaçá-lo.

Eu me preparei para ir para casa para o funeral. Quando o Rev. McKinny da igreja Port Fulton, um homem que é como um pai para mim, pregou em seu funeral, ele fez menção de que “Pode haver alguns aqui que não conheçam a Deus, se é assim, espere-O agora”.

Oh, como eu agarrei o meu assento, Deus estava tratando novamente. Caro leitor, quando Ele chamar, responda-O.

Eu nunca me esquecerei como meu velho pobre pai e mãe choraram depois do funeral. Eu quis voltar ao Oeste, mas, mamãe rogou-me tanto para que eu ficasse que eu finalmente concordei em ficar se eu conseguisse achar trabalho. Eu logo consegui um emprego na Companhia de Serviço Público de Indiana, onde estou empregado agora.

Cerca de dois anos mais tarde, enquanto testava medidores na oficina de medição na Gas Works, em New Albany, eu fiquei tomado pelo gás e por semanas eu sofri com ele. Eu fui a todos os médicos que eu conhecia. Não conseguia obter nenhum alívio. Eu sofria com acidez no estômago causado pelos efeitos do gás. Piorava cada vez mais. Eu fui levado aos especialistas em Louisville, Kentucky. Eles finalmente disseram que era o meu apêndice e disseram que eu tinha que me submeter a uma operação. Eu não conseguia acreditar, pois, eu nunca tivera dor em meu lado. Os médicos disseram que não poderiam fazer mais nada por mim até que eu me submetesse a uma operação. Finalmente eu concordei em mandar operar, mas insisti que eles usassem anestesia local de modo que eu pudesse assistir a operação.

Oh, eu desejava alguém em pé ao meu lado que conhecesse a Deus. Eu acreditava em oração, mas, não conseguia orar. Assim, o ministro da Primeira Igreja Batista foi comigo à sala da operação.

Quando eles me levaram da mesa para minha cama, eu senti me tornando cada vez mais fraco. Meu coração mal estava batendo. Eu senti a morte sobre mim. Minha respiração estava ficando cada vez mais curta. Eu sabia que eu tinha alcançado o fim da minha estrada.

Oh, amigo, espere até que você chegue ali uma vez; então, você pensará em muitas coisas que você fez. Eu sabia que eu nunca tinha fumado, bebido ou tivera quaisquer hábitos impuros, mas eu sabia que eu não estava pronto para encontrar-me com meu Deus.
Meu amigo, se você for apenas um frio membro formal de igreja, você saberá quando alcançar o fim que você não está pronto. Assim, se isto é tudo que você sabe sobre o meu Deus, eu lhe peço bem aqui que se coloque de joelhos e peça que Jesus lhe dê aquela experiência de ser Nascido de Novo, daquele modo que Ele falou a Nicodemos lá em João, capítulo 3, e, oh, como os sinos da alegria tocarão. Louvado seja Seu Nome.

Começou a ficar cada vez mais escuro no quarto do hospital como se fosse em uma grande mata. Eu podia ouvir o vento soprando, através das folhas, embora, parecesse muito longe na floresta. Você provavelmente já ouviu uma baforada de vento soprando as folhas, se aproximando cada vez mais de você. Eu pensei, “Bem, isto é a morte vindo para me levar”. Oh! Minha alma devia se encontrar com Deus. Eu tentei orar, mas, eu não conseguia”.

Achegou-se cada vez mais o vento, cada vez mais alto. As folhas crepitavam e, de repente, eu me fui.

Pareceu então, que eu estava de volta como um menininho de pés descalços, em pé na travessa debaixo da mesma árvore. Eu ouvi a mesma voz que disse, “Nunca beba ou fume”. E as folhas que eu ouvi eram as mesmas que sopraram naquela árvore naquele dia.

Mas, desta vez a voz disse, “Eu lhe chamei e você se recusou a ir”. Repetiu pela 3ª vez.

Então, eu disse, “Senhor, se és Tu, permita-me voltar de novo à terra e eu pregarei o Seu Evangelho dos topos das casas e esquinas das ruas. Eu contarei a todo mundo sobre isto!”

Quando esta visão tinha passado, eu descobri que eu nunca tinha me sentido melhor. O meu cirurgião ainda estava no edifício. Ele veio, olhou-me e ficou surpreso. Ele olhou como se pensasse que eu estaria morto, então, ele disse, “Não sou um homem de ir à igreja, minha prática é tão grande; mas, eu sei que Deus visitou este garoto”. Porque ele disse aquilo eu não sei. Ninguém tinha dito nada sobre isto. Se eu tivesse sabido naquela época o que eu sei agora, eu teria me levantado daquela cama gritando Louvado Seja Seu Nome.

Depois de alguns dias me foi permitido voltar para casa, mas eu ainda estava doente e eu fui forçado a usar óculos em meus olhos por causa do astigmatismo. Minha cabeça sacudia quando eu olhava para qualquer coisa por um momento.

Eu comecei a buscar para encontrar a Deus. Eu fui de igreja em igreja tentando encontrar algum lugar onde houvesse uma chamada de altar à moda antiga. A parte triste foi que eu não encontrei nenhum.

Eu disse que se alguma vez eu fosse cristão, eu realmente seria um. Um ministro que me ouviu fazer os comentários disse, “Ora garoto Billy, você vai terminar em fanatismo”. Eu disse que se alguma vez eu obtivesse religião, eu desejaria sentí-la exatamente como quando ela veio aos discípulos.

Oh, louvado seja Seu nome. Eu consegui a religião mais tarde e ainda a tenho e, com a ajuda Dele, eu sempre a manterei.
Uma noite eu me tornei tão faminto por Deus e uma experiência real que eu sai para um velho galpão nos fundos da casa e eu tentei orar. Eu não sabia orar, então, assim, eu simplesmente comecei a conversar com Ele como eu conversava com qualquer um. De repente, eis que entrou uma luz no galpão e formou uma cruz e, da cruz, a voz falou-me em uma língua que eu não conseguia entender. Então, ela foi embora. Eu fiquei fascinado. Quando eu me recuperei, novamente eu orei, “Senhor, se és Tu, por favor, venha conversar comigo novamente”. Eu vinha lendo minha Bíblia desde que ficava em casa depois de sair do hospital e eu tinha lido em João 4, “Amados, não creiais em todos os espíritos, mas provai se eles são de Deus”.

Eu sabia que um espírito tinha aparecido para mim e enquanto eu orava, ele apareceu novamente. Então, pareceu-me que meia tonelada tinha sido levantada de minha alma. Eu saltei e corri para a casa e parecia como se eu estivesse correndo no ar.

Mamãe perguntou, “Bill, o que aconteceu com você?” Eu respondi, “Eu não sei, mas eu sinto-me bem e leve”. Eu não conseguia mais ficar dentro da casa. Eu tinha que sair e correr.

Então, eu sabia que se Deus quisesse que eu pregasse, Ele me curaria. Assim, eu fui à uma igreja que cria em unção com óleo e eu fui curado instantaneamente. Eu vi, então, que o discípulo tinha algo que a grande maioria dos ministros não tem hoje. Os discípulos foram batizados com o Espírito Santo e, assim, podiam curar os enfermos e realizar milagres poderosos no nome Dele. Assim, eu comecei a orar pelo batismo do Espírito Santo e O recebi.

Um dia, cerca de seis meses mais tarde, Deus concedeu o desejo do meu coração. Ele conversou comigo em uma grande luz dizendo-me para ir pregar e orar pelos enfermos, e Ele os curaria independentemente do tipo de doença que eles tivessem. Eu comecei a pregar e a fazer o que Ele me disse para fazer. Oh amigo, eu não consigo começar a contar-lhe tudo o que aconteceu: Olhos cegos se abriram. Os coxos caminharam, cânceres foram curados e todos os tipos de milagres aconteceram.

Um dia, ao pé da Rua Fonte, Jeffersonville, Indiana, depois de um reavivamento de duas semanas, eu estava batizando 130 pessoas. Era um dia quente de agosto e havia cerca de três mil pessoas presentes. Eu estava prestes a batizar a décima sétima pessoa quando, de repente, eu ouvi aquela vozinha calma e ela disse, “Olhe para cima”. O céu estava como bronze naquele dia quente de agosto. Não tínhamos chuva por cerca de três semanas. Eu ouvi a voz novamente, e, então, na terceira vez ela disse, “Olhe para cima”.

No Sermão, “Vá Despertar Jesus”, pregado em 1963, o Irmão Branham adicionalmente descreve esta experiência enquanto batizava no Rio Ohio.

Eu olhei para cima e eis que veio do céu uma grande estrela brilhante que eu tinha visto muitas vezes antes; mas, sobre a qual eu não lhes tinha contado. Muitas vezes eu contei às pessoas sobre ela aparecendo e elas apenas riam e diziam, “Bill, você está apenas imaginando isto. Ou talvez você estivesse sonhando”. Mas, louvado seja Deus, desta vez Ele mostrou-Se visível para todos, pois, ela veio tão perto de mim que eu nem mesmo conseguia falar. Depois que se passou alguns segundos, eu gritei e muitas pessoas olharam para cima e viram a estrela bem sobre mim. Algumas desmaiaram enquanto outras gritaram e outras fugiram. Então, a estrela retornou ao céu e, no lugar de onde ela tinha partido, ficou cerca de quatro metros e meio quadrado e, este lugar manteve se movendo e se agitando muito ao redor como se ondas estivessem rolando. Havia se formado ali neste lugar uma nuvenzinha branca e a estrela foi recebida ali em cima nesta nuvenzinha.

Como João Batista, o profeta, foi vindicado por uma Voz Celestial nas águas do Batismo.

UMA VISITAÇÃO DE UM ANJO

Embora ele fosse parte de uma denominação, as visões continuavam. Foi-lhe dito pelos colegas de clero que estas visões não eram de Deus. Foi-lhe dito que um espírito maligno o possuiu. Isto lhe atribulou profundamente. O fardo tornou-se demais para suportar, assim, ele foi ao deserto para encontrar a Vontade de Deus. Ele estava tão comprometido que ele jurou que não retornaria sem uma resposta. Foi ali, em uma velha estrebaria, que o Anjo do Senhor lhe deu sua comissão.

Todas as dúvidas se foram. O Irmão Branham agora tinha uma comissão e corajosamente avançou para frente. O reavivamento de cura tinha começado.

Centenas de milhares compareciam nas campanhas Branham. Centenas eram curados em Nome do Senhor Jesus Cristo. Outros evangelistas tais como Oral Roberts, T.L. Osborne e A.A. Allen logo seguiram Irmão Branham e começaram seus próprios reavivamentos de cura. O Senhor chovia Suas bênçãos como nunca antes. A mão curadora de Jesus Cristo tinha, uma vez mais, tocado Seu povo.

A COLUNA DE FOGO

Irmão Branham frequentemente descreve uma Coluna de Fogo que vindicou seu Ministério. Ele esteve presente em seu nascimento, foi visto por milhares nas margens do Rio Ohio, e parecia segui-lo em qualquer lugar que ele fosse. Foi em 1950 que o Senhor deu tanto a crentes quantos descrentes semelhantemente prova infalível que esta Coluna de Fogo estava com o profeta.

A noite estava envolta em controvérsia no Coliseu San Houston. Irmão Branham estava dirigindo uma campanha de cura que estava varrendo a terra. As bênçãos do Senhor Jesus estavam se derramando como chuva torrencial sobre os campos espirituais de trigo. Mas, os grandes sinais e maravilhas não vieram sem crítica. Como sempre, o inimigo levantou um adversário. As duas forças se encontraram em Houston, Texas, e o Próprio Anjo do Senhor desceu para lutar a batalha.

Milhares já estavam presentes para testemunhar os incontáveis milagres que seguiam este homem de Deus. Um dia antes, um grupo de ministros desafiou o profeta para um debate sobre a cura divina, mas o debate caiu para velho e leal companheiro do profeta, o Reverendo F.F. Bosworth. Os muitos céticos eram defendidos por um pastor batista local – um crítico vocal da cura divina. A informação do debate foi vazada para os jornais, que rapidamente publicaram as manchetes, “O casaco de pele teológico voará às 19h hoje no Coliseu Sam Houston”.

O cético contratou um fotografo profissional, Ted Kipperman, do Douglas Studios, para documentar o debate com seis fotos falsificadas. Naquela noite, as fotos foram tiradas com Irmão Bosworth em pé modestamente enquanto o cético posava em posições intimidadoras; uma vez com seu dedo apontado no rosto do velho humilde.

Quando o debate começou, Irmão Bosworth rapidamente provou a certeza da cura divina com a evidência escriturística e, em seguida, para não deixar questionamento, pediu que se levantassem todos que tinham tido suas enfermidades curadas. Milhares se puseram de pé. Depois que aqueles que tinham sido curados, tomaram seus assentos, ele pediu se todos aqueles curados pela cura divina que eram membros permanentes da denominação deste homem se levantassem. Trezentos se puseram em pé para orgulhosamente exibirem a misericórdia que o Senhor Jesus tinha lhes mostrado.

O desafio, então, veio do cético. “Que o curador divino venha à frente. Que ele desempenhe”. Irmão Bosworth deixou claro que Jesus era o único curador divino, mas os desafios não paravam. Finalmente, o Irmão Bosworth convidou o Irmão Branham para vir até a plataforma. Ele aceitou o convite e assumiu a plataforma em meio a gritos de apoiadores.

O profeta, cheio do Espírito Santo, deu a seguinte resposta:

Então, eu disse, “Mas eu não posso – não posso curar ninguém”. Mas eu disse, “Isto eu realmente digo. Quando eu era bebê nascido lá no estado de Kentucky, de acordo com minha própria querida mãe, e que tem sido vindicado através de minha vida”, eu disse, “houve uma Luz que entrou no quarto daquela velha cabaninha, na onde estava, nada de piso nela, nem mesmo tinha uma janela, eles apenas tinham uma coisinha velha como janela ali, como uma portinha, e eles a empurravam para abrir por volta de cinco da manhã, e esta Luz circulou para dentro exatamente quando era alvorecer”. Eu disse, “Desde aquele tempo, Ela tem estado comigo. Ela é um Anjo de Deus. Ele encontrou-me em pessoa há alguns anos atrás. Por toda minha vida, Ele me disse coisas que aconteceram, e eu as contei exatamente como Ele contou-me. E eu desafio a qualquer um em qualquer lugar, a ir à cidade onde eu fui criado, ou em qualquer outro lugar, em que uma declaração tenha alguma vez sido feita no Nome do Senhor Jesus, senão aquilo que ocorreu exatamente do modo ela disse que ocorreria”.

Depois que ele disse aquelas palavras, o Espírito Santo caiu sobre a plataforma, e o fotógrafo empolgado tirou uma foto. O irmão Branham deixou a plataforma com uma declaração simples, não obstante, profética: “Deus testificará. Eu não direi mais nada”.

Coluna de fogo sobre a cabeça do irmão Branham

Coluna de fogo sobre a cabeça do irmão William Branham

O associado do senhor Kipperman foi rapidamente trabalhar para revelar os fotos para as notícias da manhã seguinte. Ele notou algo estranho quando ele puxou a primeira foto da solução reveladora. Ela, como as próximas cinco fotos, estava em branco. Ele agarrou seu coração e caiu para frente quando ele puxou a última impressão da solução. Ali, na última foto, estava a Coluna de Fogo em uma forma visível repousando sobre a cabeça do profeta de Deus, William Marrion Branham.

Os filhos de Israel testemunharam a Coluna de Fogo guiando Moisés, e o povo deste dia moderno testemunhou aquela mesma Coluna de Fogo guiando um outro profeta.

A fotografia foi rapidamente feita em direito autoral pelos Douglas Studios e entregue a George J. Lacy, Examinador de Documentos Questionáveis do F.B.I. dos E.U.A, que autenticou a foto com sua opinião de especialista, “A luz atingiu a lente da câmara. O ser sobrenatural estava ali’’.

OS MISTÉRIOS REVELADOS

No princípio do ministério do Irmão William Branham, tornou-se claro que o sistema denominacional foi construído para promover as organizações religiosas, e não o verdadeiro Evangelho. O irmão Branham acreditava na Bíblia palavra por palavra, e não se comprometeria, mesmo que isso significasse ser banido por seus colegas, amigos ou familiares.

Enquanto ainda membro da Igreja Batista Missionária, lhe foi dito que ordenasse mulheres como ministras. Ele conhecia bem as Escrituras. I Timóteo 2: 12 claramente diz, “Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio” e I Coríntios 14: 34 diz, “As mulheres estejam caladas nas igrejas, porque lhes não é permito falar…” Quando o ultimato foi dado, ele não conseguiu se comprometer e deixou a igreja.

Senhor revelou a verdade sobre o batismo ao irmão Branham. Como Jesus poderia comandar, “Ide, portanto, e ensinai a todas as nações, batizando-os em nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santo”, não obstante, cada batismo registrado na Bíblia foi em Nome de Jesus Cristo? O apóstolo Pedro comandou em Atos 2:38 para se arrepender e ser batizado em Nome de Jesus Cristo. As Escrituras trabalham em perfeita unidade, no entanto, se necessitou um profeta para revelar este segredo.

Até mesmo o pecado original no Jardim do Éden foi revelado. Não como o comer uma fruta, mas pelo descrer da Palavra de Deus. Como comer um pedaço de fruta imediatamente revelou a Adão e Eva que eles estavam nus? Simplesmente não faz sentido. O que tem a ver uma maçã com a nudez? O profeta de Deus claramente revelou este segredo.

Quem são os anjos dos quais se fala em Apocalipse, capítulos 2 e 3? Seus nomes soam familiares. Quem são os misteriosos cavaleiros de Apocalipse, capítulo 6? Eles têm uma coisa muito importante em comum. Os Estados Unidos é mencionado no Livro de Apocalipse? Quem são os 144.000 que foram salvos no capítulo? Quem é a grande prostituta do capítulo 17? A identidade dela e todos estes segredos foram revelados na Mensagem deste poderoso profeta enviado por Deus.
Não somente inumeráveis milagres seguiram este homem de Deus, mas os mistérios escondidos na Bíblia através das eras foram também revelados em seu Ministério. Tornou-se claro que este profeta cumpriu mais escrituras do que Malaquias 4.

Apocalipse 10:7 : ‘‘Mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando tocar a sua trombeta, se cumprirá o segredo de Deus, como anunciou aos profetas, seus servos’’.

Uma Voz está clamando no mundo para que se volte à Palavra original de Deus. Cada um de nós temos a mesma oportunidade que Pedro, Tiago e João tiveram. Nós temos a oportunidade de sermos enumerados com os poucos seletos de Deus que não se curvariam às organizações religiosas do dia.

A Sagrada Escritura registra as vidas e atos destes homens que caminharam com Deus e eram tão ungidos com o Espírito Santo que eles declaravam ASSIM DIZ O SENHOR, e suas palavras eram confirmadas por sinais e maravilhas. Eles eram profetas de Deus, e a Voz de Deus para sua geração.

Os tempos são diferentes agora do que eles foram quando Jesus esteve aqui? Foram os líderes religiosos que crucificaram Jesus. Os discípulos eram uma diminuta minoria entre o enorme sistema religioso. Eles foram banidos, zombados e finalmente mortos por tomarem partido contra o sistema denominacional em voga. Nós não podemos ser mortos por nossas crenças hoje, mas nós certamente somos perseguidos. Um teste simples seria perguntar a qualquer pastor denominacional ou padre sobre o Irmão Branham e o seu Ministério. Você ouvirá que ele teve muitos milagres – eles não conseguem negar isto – mas, seus ensinamentos eram sem cabimento. O que eles diziam sobre Jesus?

Deus honrou a disposição do Irmão Branham em acreditar em cada palavra na Bíblia, e Ele está usando o Ministério do Irmão Branham para salvar milhões de almas por todo mundo. Hoje, a Voz do Sétimo Anjo está soando tão alto quanto Ela já soou. Acima de 1,5 milhões de pessoas mundialmente creem na Mensagem do Irmão Branham. Esta pode ser uma diminuta minoria dos dois bilhões que reivindicam o cristianismo, mas quando o povo de Deus não foi uma minoria?

A PERSONIFICAÇÃO DO CRISTIANISMO
William M. Branham
20 de Janeiro de 1957
Jeffersonville – Indiana – E.U.A.
Obrigado, irmão Neville. Cremos que o trio Neville é um dos melhores trios da
nação. Com certeza, isto é correto. Isto é certo. [O irmão Neville diz: “Eu
duvido disso.” O irmão Branham e a congregação riem – Ed.]
2 E quantos ouviram o programa de rádio ontem? Eu sou um pregador veterano,
com mais de vinte anos, e ouvi muitos sermões. Mas eu creio que ouvi um dos
mais apropriados sermões para o dia em que estamos vivendo, eu o ouvi ontem,
através de nosso pastor, irmão Neville. Vocês que perderam isso, perderam um
grande tesouro. Aquilo ficou carinhosamente em meu coração. E quando minha
esposa estava lavando a louça. . .
3 Junie, eu a estava ajudando, pois isto não faz mal. Delores também o faz
lavá-los, . Então. . . [O irmão Branham ri – Ed.]
4 Enquanto eu a ajudava a lavar as louças, ambos tivemos que parar, só para
– para comentar um com o outro, como o Senhor estava usando nosso irmão,
na mensagem de ontem, no rádio. E foi uma maravilhosa obra prima, se eu já
ouvi alguma. E fiquei tão feliz em saber, que o – aquele que o Senhor estava
usando para trazer a mensagem, eu estava associado com ele, na obra do
Senhor. E, então, e o quarteto, ou melhor, o trio, ontem, estava simplesmente
maravilhoso; e eles o são o tempo todo, do mesmo modo é o nosso pastor. E
apreciamos isto com todo o nosso coração. E oramos para que Deus continue
com o nosso irmão e conceda estas grandes e poderosas mensagens tanto no
cântico como na Palavra, enquanto o tempo continua.
5 Agora, também, pelo amor de suas orações, que – que vocês fizeram por
nós enquanto estávamos no campo, o Senhor tem abençoado abundante e
grandemente. E estamos bastante felizes em relatar isto, que muitas coisas
foram feitas por nosso Salvador nos cultos; salvou almas, e – e a fé do povo foi de
encontro com os requisitos do poder da cura de Deus, e eles foram curados.
6 E agora como nos movemos apenas um grau além disso, partiremos
novamente, nos lançando no campo nesta próxima semana, em Lima, Ohio,
2 A PALAVRA ORIGINAL
com o pessoal batista, pelos quais, com certeza, desejamos suas orações para
– pela reunião de Lima nesta semana.
7 E então dali, voltaremos e iremos para Evansville, Indiana, só por uma noite,
isto é no dia 3 de – de fevereiro, para os Homens Cristãos de Negócios. Eles
estão preparando um novo capítulo e falarei de manhã. E então à tarde, se não
estiver nevando ou se o clima não estiver ruim, então voltarei, bem, eu ficarei
para os cultos naquela noite. Se não, estarei aqui no tabernáculo à noite, o
Senhor permitindo, três de fevereiro.
8 Então, do dia dez ao dezessete, será em Minneapolis. E no dia dezesseis,
na manhã do dia dezesseis, será no café da manhã dos Homens Cristãos de
Negócios. E então estamos – estamos esperando bons momentos neste – neste
café da manhã, neste café da manhã, e também na reunião.
9 Voltaremos, para ir a Shreveport; então para Phoenix, Arizona, lá no Madison
Souare Garden. E ali com a colaboração plena de todos os ministros da
associação do Vale Maricopa, no imenso e bonito Madison Sonare Garden, ali
em Phoenix, teremos os cultos.
10 E então, dali, para o Vale São Fernando, com o irmão Espinoza, com todo
o povo mexicano. E então subiremos para certo lago, (eu me esqueci), Lago
Clear, para três noites ali em cima. E então lá para Oakland, então, para o
grande e bonito auditório cívico o qual tem capacidade para dez mil pessoas
aproximadamente, com a Associação Ministerial de Twin City patrocinando a
reunião. Pelo que, agradecemos a Deus, e oramos para que Ele nos dê um
grande derramamento de Sua bênção.
11 Apenas uma nota do meu secretário, só um momento. Veja, eu tenho que
ler colocando-a mais longe. Estou. . .Tudo bem. Sim, é alguém que quer me ver
após a reunião. Alguns ministros chegaram, os irmãos Martin. Correto, irmão,
nos veremos imediatamente após o culto, na sala dos diáconos.
12 Agora, eu amo a Palavra, porque a Palavra é a Verdade de Deus. E eu
estava falando ontem, com meu. . .nosso irmão Cox, e a irmã Cox. E eu penso
que o irmão. . .Sim, ele está presente nesta manhã, e eu não sei se a irmã Cox
está, ou não. Mas estávamos discutindo algumas coisas da vida cristã, como
os cristãos geralmente fazem quando se reúnem. E, na discussão, surgiu,
falando a respeito de, contra outros concidadãos do Reino. Como ouvimos às
vezes os programas radiofônicos, que simplesmente cortam o outro companheiro
em pedaços, e citam seus nomes, e – e diz que não são cristãos, e assim por
diante. Os quais são filhos. Isto é tudo. Eles são apenas crianças. E devemos
ser adultos. Isto é correto. E, então, pessoas adultas não falam daquele jeito.
Nós. . .
A PERSONIFICAÇÃO DO CRISTIANISMO 3
13 Mas, estávamos conversando, o irmão Cox e eu. E eu disse: “Bem, eu
determinei no meu coração pregar contra o pecado, apenas contra o pecado. E
eu apenas o exponho. E onde quer que isto – isto – isto couber, Deus pode – pode
colocá-lo no seu lugar correto.
14 Um – um garotinho, certa vez, lá no sul, havia um – um relato que ele estava
ajoelhado numa fileira onde ele estava arando. E um clérigo passou por ali e
ouviu o sujeitinho repetindo o alfabeto, “A, B, C, D,” e assim por diante, e ele
estava ajoelhado, então o clérigo ficou bastante perturbado. Então ele ouviu o
garotinho repetir o alfabeto, e então dizer: “Amém.”
15 E quando ele se levantou, ora, o clérigo falou com ele, e disse: “Filho, eu
sou um. . .um servo do Senhor. E eu ouvi você orando, mas você estava
simplesmente dizendo o alfabeto. E eu – eu não compreendo porque você estava
simplesmente dizendo o alfabeto.”
16 Ele disse, “Senhor, eu – eu não sei orar.” Ele disse: “Eu nunca orei. Mas, eu
tinha um pai e uma mãe de oração, os quais foram embora para o Céu.” E disse:
“A mamãe, eu. . .eu era bem pequenininho quando ela morreu. Mas eu recordo
de tê-la ouvido quando ela estava com problemas, ela ia até ao Senhor, e orava.
E ela morreu quando eu era muito pequeno, ela não pôde me ensinar a orar. E
eu fui colocado nas mãos de uma pessoa cruel, que me bate e me trata mal. E
eu – eu estava. . .pensei, que talvez, depois que eu aprendesse o meu ‘ABC’, se
eu pudesse tomar todas as – as palavras e dizer todas as letras, talvez Ele
pudesse reuni-las e compreender o que eu quis dizer.”
17 Esta é a oração da sinceridade. Com certeza Ele podia ajuntá-las. Não é
como oramos, em nossos lábios, é o motivo de nosso coração, é isso que Deus
ouve. Ele às vezes não ouve os nossos lábios; Ele ouve nossa intenção, qual o
motivo de nosso coração.
18 Então assim, ontem, fiquei muito chocado desta vez, e sendo que é no
tabernáculo, eu posso expressar algumas coisas que eu estava pensando, para
que isto possa ser uma ajuda ou um benefício. E se alguma vez disse algo que
foi grosseiro, eu – eu com certeza não quis dizê-lo daquela forma, se isto foi
contrário ao credo de alguém. Mas eu apenas expresso isto com – com amor, e
queria, talvez, tentar consertar isto. Como o povo que não crê na cura divina, e
assim por diante. E você não creu nisto, ora, eu. . .E eu dizendo que realmente
creio nisto, isto não – isto não significa que eu estava tentando te irritar, mas eu
estava tentando expressar isto para – para aqueles que realmente crêem nisto;
se você compreende exatamente o que quero dizer.
19 Agora, rogando para que Deus compreenda, eu sei que ele compreende.
Ele compreende; nós sabemos disto. Agora, eu estava falando com um homem
4 A PALAVRA ORIGINAL
bastante estudado do Canadá. E como sabemos, os canadenses são. . .Se
você os conhece, ou já teve algum entendimento pessoal com eles, eles são
estudados, bastante, a maioria deles. E eles não têm os problemas ali em cima
que temos aqui. E ali, eu encontrei que este homem, embora, não fosse muito
mais velhos do que eu, com provavelmente uns cinquenta, e ele estava
completamente grisalho, e seu bigode estava branco, e, mesmo assim, não
tinha mais de cinquenta anos. E eu lhe disse: “Meu irmão,” quando ele entrou no
– no quarto onde eu estava. O pastor de uma – uma igreja, eu disse. . .olhei para
ele.
20 E apenas há alguns anos atrás, em Saskaroon, quando tivemos uma grande
reunião na grande arena, logo que comecei as reuniões evangelísticas, ele tinha
o cabelo preto. O seu bigode era preto. E que. . .tinha duas filhinhas, e elas
estão casadas agora e possuem filhos.
E então eu disse, no meu coração, “Oh, o que aconteceu?”
21 Ele disse, “irmão Branham, cerca de dois anos atrás, eu pensei que talvez
o Senhor tivesse me chamado para os Estados Unidos para – para a obra.” Ele
disse: “Eu fui para a Costa Oeste, e entrei em contato com uma certa emissora
radiofônica de alcance nacional.” E ele disse: “Quando vi a desonestidade, a
forma que usavam erroneamente o dinheiro que era enviado,” ele disse: “eu
apenas, como um cristão, não poderia permanecer mais ali. Eu saí. E fiz nova
conexão com outra emissora.” E disse: “E eu saí da frigideira e caí no fogo.” E
ele disse: “E continuei descobrindo tantas coisas,” e disse: “Descobri a fraqueza
do púlpito Americano!”
22 E eu disse: “Irmão, isto é verdade. Não temos nenhuma classe média aqui,
para falar disto. Nós – ou temos uma realmente fria, formal e indiferente, ou uma
extremamente fanática. E não temos um terreno mediano.” E eu disse: “É – é
muito ruim.”
23 E ele disse: “Então chego aqui.” E ele disse: “Irmão Branham, tão logo que
cheguei aqui, na minha primeira mensagem, vi que ela batia no piano, e resvalava
nas cadeiras. “E,” ele disse: “Então comecei a querer saber.” E disse: “Então,
por tudo isto, tentei pregar o Evangelho só na Palavra. E quando o fiz,” ele disse,
“Eu. . . Aconteceu algo, que após algum tempo o Senhor me deixou abrir caminho
através da unção e me trouxe o. . . O Espírito Santo entrou no nosso meio com
amor. E a paz de Deus começou a fluir através do edifício.”
24 E disse: “Então eu disse: ‘agora, o Espírito Santo está aqui, e nós adoraremos
o Senhor e concentraremos nossas vidas em Deus.”
25 E disse: “Algum jovem, sem sensatez suficiente até mesmo para entrar
A PERSONIFICAÇÃO DO CRISTIANISMO 5
pela porta, corre para o púlpito. Ele diz: ‘Amém, pregador! Isto é certo. Veja,
está pingando azeite de minhas mãos, por toda manhã. Aleluia! Deixe as pessoas
subirem aqui e apanharei este azeite de unção para a cura.”
26 Ele disse: “Irmão Branham, eu disse: ´Meu filho, procure um lugar e vá se
assentar.’”
27 E disse: “Você sabe o que aconteceu? O presbítero dirigente me disse:
‘Procure um lugar e se assente’”
28 Ele disse: “Como nós alguma vez. . .Como pode você, ou pregadores que
tentam manter essa posição entre os dois fanáticos, equilibrar a carga?”
Eu disse: “Apenas a graça de Deus.” Oh, que lugar!
29 E o homem colocou as mãos na sua face e chorou, mesmo, minha esposa
e eu ali de pé, e as lágrimas caindo na perna de sua calça. Ele disse: “Irmão
Branham, estou partindo para Saskatoon, para sair do meio desta confusão de
espírito maligno.”
30 E eu disse: “Isto é verdade. Os grupos americanos, sociais e intelectuais,
têm ficado de tal modo contra o outro grupo. E o outro grupo tem corrido atrás do
que é irreal. O verdadeiro Evangelho, é difícil encontrar uma via de acesso e
obter uma preeminência
31 Mas, e quando saí de casa, falando com o irmão Cox, no caminho, ele não
sabia nada disso; ele está assentado aqui. Descendo o caminho, eu disse:
“Senhor, quão verdadeiro é isto!” E quão difícil isto tem sido, tentar levar o verdadeiro
Evangelho ao povo, puxando dos dois lados, e tentando manter no meio do
caminho, como temos combatido desde a hora em que a pedra fundamental foi
lançada. Vêem? Agora, e algum. . .
32 Eu disse: “Que tal estes americanos aqui embaixo? O que acontecerá com
eles?” E parece que Algo disse, simplesmente falou comigo, e disse: “O que
você está fazendo? O que é isto para você? Siga-Me.”
33 Então a visão retornou à minha mente, no dia que coloquei a pedra
fundamental. Retornando para casa, eu contei isto para minha esposa. Quantos
recordam da visão da manhã da pedra fundamental? Está colocada bem ali na
pedra fundamental agora, vinte e três anos atrás, eu creio. E isto foi. . .
34 Eu estava atravessando a rua aqui, apenas andando certa manhã, por volta
das sete horas, em junho, quando a pedra fundamental foi lançada, ou julho,
creio eu. E de manhã, olhando em direção ao nascer do sol no leste, eu estava
louvando ao Senhor, porque o Tabernáculo seria. . .lançada a sua pedra
6 A PALAVRA ORIGINAL
fundamental. O Sr. Marcum e outros estavam aqui, e muitos deles haviam cavado
o alicerce, e assim por diante. E eu ia colocar a pedra fundamental. Nós temos
as fotos, e assim por diante, disto. E cada um tinha que colocar nesta pedra
fundamental, uma pequena recordação, e até mesmo católicos passaram por
ali e deixaram seus pequenas contas de rosário e demais coisas, seja o que
fosse que tivessem, na pedra fundamental.
35 Mas naquela manhã, o Espírito Santo me disse, enquanto eu estava ali. Eu
fui. . .Naqueles dias, eu não sabia chamar isto de visão. Eu apenas disse que
era um transe. E eu vi uma visão que falou e disse que meu trabalho seria entre
as duas alas da Pentecostal, a trindade e a unicidade, e ali havia um lugar vazio
em cada lado para ser preenchido. Eu não os cruzei. Eu apenas quebrei de
cada árvore e plantei. E em direção aos céus cresceram as grandes árvores,
crescendo rapidamente, e seus frutos caíram, e eles eram deliciosos. Eu os
estava comendo. E a cruz, logo à minha frente, estava toda coberta de frutos.
36 E então quando cheguei no lugar, o Espírito Santo desceu ao topo das
árvores e disse, estremecendo e bramando, Ele disse: “Faça a obra de um
evangelista.” Disse: “Quando sair disto, leia segunda Timoteo 4.” Disse: “Faça
a obra de um evangelista. Este não é o seu tabernáculo.” E eu disse: “Onde. . .”
E eu vi o tabernáculo como ele é hoje.
Eu disse: “Onde está o meu tabernáculo?”
37 E Ele me assentou sob um brilhante céu azul. E ele disse: “Faça a obra de
um evangelista. Faça total prova de seu ministério. Pois o tempo chegará quando
não sofrerão mais a sã doutrina; mas amontoarão para si mesmos mestres,
tendo comichões nos ouvidos, e se voltarão da Verdade às fábulas.”
38 Se isso não aconteceu, palavra por palavra! Esse é o porquê eu tenho tentado
rigidamente ficar com a Palavra. E este é o meu assunto nesta noite, “Na Palavra!”
39 Agora, nesta manhã, pela graça de Deus, eu gostaria de aproximar outro
assunto. Mas antes de aproximar, enquanto vocês abrem em Ezequiel capítulo
6. Eu gostaria de dizer isto, Isso, em aproximação. Em todos os lugares, tenho
tentado muito manter a Palavra em linha. Então, orem por mim para que eu
sempre seja fiel à Palavra. Isso é isto: à Palavra! Correto.
40 Agora, em Ezequiel, capítulo 36, e gostaríamos de começar a ler no verso
26.
E vos darei um coração novo. . .um novo espírito. . .
41 ‘E então no 27.
A PERSONIFICAÇÃO DO CRISTIANISMO 7
E porei dentro de vós o meu espírito, e farei que andeis nos meus
estatutos,. . .
42 Agora vamos inclinar nossas cabeças antes de nos aproximarmos disto.
43 Nosso Pai Celestial, hoje, é com corações agradecidos, que quieta e
reverentemente nos aproximamos deste momento sagrado, quando, como vamos
saber se esta própria hora pode determinar o destino Eterno de uma alma
assentada aqui presente? E o valor desta alma é comparado com muitos milhares
de mundos. Então oramos, Pai, para que Tu nos permitas aproximar reverente e
solenemente e em atitude de oração.
44 Também, pode haver pessoas enfermas, presentes, assentadas, que, neste
dia, a atitude delas ao receberam esta Palavra, pode determinar por quanto
tempo permanecerão na terra. Então reconhecemos a solenidade deste momento.
45 E pedimos que Tua grande Presença unja-nos todos, vendo que somos
pessoas terrenas, Tu nos tiraste da terra, e à terra retornaremos. E somente
enquanto estamos vivendo neste vaso terrestre, temos o privilégio de servir-Te, e
ganharmos outros para Ti. Então pedimos que Tu permitas que nossos corações
se submetam à Tua Palavra e que o Espírito Santo possa tomar a Palavra e
entregá-la a nós como temos necessidade. Pois pedimos isto no Nome de
Jesus, o Teu Filho amado. Amém.
46 Se eu fosse citar. . . por alguns momentos, nesta manhã. Minha esposa me
disse outro dia, disse: “Billy, se você pudesse cortar para trinta minutos o seu
sermão, em vez de duas horas e trinta minutos, eu acho que seria mais
producente.”
47 E eu disse: “Por mais que eu te ame, e por mais que eu saiba que esta seja
a verdade, ora, veja, não tenho ninguém que me dirija a não ser o Espírito Santo.”
48 E eu não sei mais do que simplesmente continuar falando enquanto Ele
continua levando isto adiante, então esta é a maneira que tenho que fazê-lo. E
mesmo quando eu paro, quando Ele está abençoando, e quando Ele não está,
então sou uma pessoa miserável, e minha audiência também o é; e qualquer
outro ministro que fala através da inspiração.
49 Mas se meu assunto fosse, nesta manhã, se eu tivesse que nomeá-lo,
seria: A Personificação do Cristianismo. Personificação do Cristianismo!
50 Nas Escrituras aqui, a qual é a Palavra de Deus, lemos aqui que o profeta,
o qual falou de um novo dia. Agora, Ezequiel estava profetizando, ou predizendo
o que aconteceria na era vindoura, não em sua era.
8 A PALAVRA ORIGINAL
51 Mas, um profeta é um vidente, e é citado, na Bíblia, como uma águia que
sobe alto no ar. E quanto mais alto que a gente for, mais longe a gente poderá
ver.
52 Então, a águia voa mais alto do que qualquer outro pássaro. Não há nenhum
pássaro que possa competir com a águia. E não existe olho como o da águia.
O falcão não possui a mesma sorte com sua visão. E o falcão não poderia
suportar a – a altitude onde a águia pode voar. Ele morreria. Ele não. . . Ele não
possui a estrutura que a águia possui.
53 Agora, o falcão, é um pássaro, e do mesmo modo são os – os outros pássaros,
porém a águia foi feita assim porque ela é um pássaro de grandes alturas. E ela
pode subir tão alto até ao ponto de poder ver coisas que os outros pássaros não
podem ver, porque ela está mais alta. E Deus, ao fazer a águia, a fez para este
propósito, porque os seus ninhos são mais altos que os outros. Seus filhotinhos
estão lá em cima no ninho, e eles se alimentam no chão. Então, para que possa
ver uma tempestade, ou algum problema chegando, a águia, para poder sobreviver,
deve ir mais alto, para que então ela possa proteger seus filhotinhos.
54 E Deus comparou o profeta com a águia que entraria na caracterização de
um profeta. Ele é um – um vidente, pois, no Espírito, sobe além da emoção da
igreja. Ele vai além no ritmo da música. Ele vai além do bater palmas. Ele vai
além do regozijo entre os santos. Ele vai além de tudo isto. Deus o traz a uma
esfera sozinho, sozinho. Então ele abre os seus olhos e Ele o deixa ver ao redor
e ver as coisas que estão por vir. Então ele o traz de volta, entre os membros do
corpo, para predizer o que está na criação.
55 Então, Deus levou Ezequiel, bem ao alto, e o deixou ver ao redor, por cerca
de dois mil e seiscentos anos. Pense nisto. Agora, e o deixou ter. . .
Um – Um profeta é também um dom de conhecimento. Conhecimento é. . .
56 Como um advogado, que estuda os livros. E quando você vai contratar um
advogado para advogar a sua causa, ele simplesmente está tomando o que ele
sabe, e você o está pagando pelo que ele sabe, para apresentar a sua causa
diante do juiz.
57 E, agora, um dom de conhecimento, na Bíblia, é profecia, que sobe e encontra
as coisas que estão por vir, e traz de volta. Mas devem ser comparadas com a
Bíblia, com o Livro. Se estiverem fora do Livro, então não são recebidas, porque
o Juiz julga através do Livro. Vê você isto? Então isto deve estar na Palavra.
58 Então, a Palavra que Deus falou antes da fundação do mundo. Não é que
Deus fala e diz algo ao profeta naquele tempo. O que ocorre é que o profeta
capta o que Deus já disse, pois a Palavra já existia antes da fundação do mundo.
A PERSONIFICAÇÃO DO CRISTIANISMO 9
Deus falou a Palavra, e ela está disposta, se estende através do tempo. E o
profeta sobe e vê o tempo chegando. Então, é apenas um dom do conhecimento,
que ele traz para baixo e coloca aquilo no papel.
59 Agora, Ezequiel, o profeta, subiu e viu o dia em que estamos vivendo. Oh,
que passeio na escada de Jacó! Prever o que será, e trazer aquilo para baixo, e
nestes últimos dias, os últimos dois mil anos, os quais Ezequiel viveu há alguns
seiscentos ou oitocentos anos antes na Vinda de Cristo.
60 Eles tinham um coração de pedra. E, isto é, o Espírito Santo não podia
entrar naquele coração. Ele não tinha como entrar naquele coração, porque era
pecaminoso. E ali havia apenas a expiação de sangue animal, colocada entre
aquele coração de pedra e o Criador. Mas quando o sangue daquele animal,
sendo um substituto, naturalmente, apenas uma sombra, ou um tipo, do verdadeiro
Sangue por vir. Sendo que, a vida na célula sanguínea era vida animal, a qual
não podia corresponder com o espírito humano, porque a vida animal não possui
alma. Mas a vida humana tem uma alma. Então, logicamente, eles não podiam
se misturar; como o azeite e a água. Mas quando Cristo chegou e morreu, e
agora o Sangue de Cristo, o qual foi derramado no Calvário, dentro daquela
célula sanguínea, nenhuma outra senão a Vida de Deus. Vêem isto?
61 Observem. Então o adorador chega diante de Deus com este Sangue
apropriado, apropriado, é o sangue de um Redentor que nos redime. Você se
coloca numa casa de penhores, através do pecado; Adão te colocou na casa de
penhores. Mas Cristo chegou, e ele é o seu Redentor, e você pertence a Cristo.
Deus te deu a Cristo, como um presente de amor por Seu sacrifício. E você é
trazido a Cristo através do Espírito Santo o Qual te cortejou através do Sangue
do Senhor Jesus e presenteou a Ele como um dom. E Deus ama os Seus dons,
e Ele não suportará vê-los destruidos.
62 Um ministro fez uma pergunta a outro, certo dia. Ora, agora perdoem isto,
isto tem um pouquinho da minha própria doutrina, mas no tabernáculo fazemos
isto.
63 Agora, certo sujeito perguntou ao outro, outro dia. Ele disse: “Você crê. . .
Não crê você que se um homem alguma vez se tornou filho de Deus, nascido do
Espírito de Deus, lavado no Sangue e remido totalmente através de Deus, através
da renovação do seu coração, através da lavagem na água, através do Sangue,
através da Palavra, e se torna um filho de Deus; você não acha que aquela
pessoa poderia pecar e se afastar de Deus, para um lugar onde estaria perdido?”
64 E o ministro, sobre o qual estamos falando, sendo um estudante bíblico
muito aplicado, disse: “Eu responderei a sua pergunta quando você responder a
minha. Você acha que um homem poderia ser tão bom, que ele não mentiria,
10 A PALAVRA ORIGINAL
roubaria, ou faria qualquer coisa ruim, mas ele seria tão bom que Deus o receberia
no Céu sem o Sangue de Cristo?” Não, claro que não.
65 Você não poderia ir ao Céu sem o Sangue do Senhor Jesus, não importa
quão bom você seja. Isto é justiça própria. E não vamos para o céu com justiça
própria, não importa quão bom você seja. É totalmente impossível você entrar no
Céu por sua bondade.
66 É a misericórdia de Deus que te trouxe ao Calvário, e você é o presente do
Amor de Deus para Cristo. E se Deus deu um – um presente a Cristo, Cristo
guarda o Seu presente. “Todo que vem a mim, todo que o Pai tem Me dado virá
a mim, e nenhum deles se perderá. Eu os ressuscitarei no último dia.”
67 Agora, você pode ser trabalhado emocionalmente. Você pode ter azeite nas
mãos, ou falar em línguas, ou dançar no Espírito, ou se unir a igreja, ou um
pouco das coisas irracionais do dia, e você poderia com certeza estar perdido.
Isto é certo. Mas se você é um presente de amor de Deus para Cristo, você está
salvo.
68 Agora, a sua vida provará o que você é. “Pelos seus frutos os conhecereis.”
Se você está tentando se fazer dócil e humilde e assim por diante, então você
permanece fora do Reino. Não é. . . Esta então é a sua própria obra.
69 E é aí onde a igreja, o povo, a assim chamada igreja, tem de forma tão
miseravelmente falhado, porque é no seu próprio trabalho pessoal que sentem
que merecem a bondade e a Graça de Deus, pelo que fazem e de como vivem.
Mas aquilo não tem nada a ver com isto. É o presente de Deus. Sua própria
consciência para evitar o inferno tentaria fazer com que você, você se afastasse
do inferno, melhor dizendo, tentaria fazer com que você vivesse bem e fosse
correto. Um bom cidadão fará isto, e não precisa, necessariamente, ser um
cristão. Tenho visto muitos homens, os quais até mesmo negam o Nome do
Senhor Jesus, que são boas pessoas, quer dizer, humanamente falando.
70 Veja o quanto Esaú era melhor homem do que Jacó. Porém ele não tinha a
concepção para saber que ele havia vendido a sua primogenitura. Porque, ele a
desprezou e foi rejeitado diante de Deus; o qual era mais cavalheiro, e próximo,
e um – um homem de obras, do que o era Jacó. Jacó, o seu próprio nome era
suplantador. Você sabe o que é um suplantador? É um enganador. Então aquilo
– aquilo. . .E, porém, Esaú era um cavalheiro, em cada aspecto.
71 Mas, Jacó teve uma recompensa naquela primogenitura. E não importa do
que os outros o chamavam, eu diria, me desculpem a expressão, eles o chamavam,
“santo-rolador, um fanático,” ou seja o que for que desejassem, mas ele tinha
respeito por aquela primogenitura. Aquele era todo seu motivo. Não importava o
que aquilo lhe custasse, ele queria a primogenitura.
A PERSONIFICAÇÃO DO CRISTIANISMO 11
72 Agora observe, agora, na criação da igreja. Agora, se a igreja apenas consiste
. . .Se o Corpo de Cristo é para ser controlado somente por intelectuais, teologia,
concepção mental, então dependemos totalmente do conhecimento intelectual
no homem. Se eu deixei isto claro. . . Se a Igreja somente descansa no intelectual,
ou como aquele homem poderia estabelecer a igreja, e construir grandes lugares
com assentos de pelúcia, e órgãos de tubo de milhares de dólares, e como ele
poderia pregar sua mensagem de tal modo que – que levaria o povo para a igreja,
e uniria a igreja; e mais membros no livro, o – o mais, o maior está no Céu.
73 Agora, eu – eu quero que você pegue isto, e nunca deixe isto escapar. Se
necessitássemos apenas da concepção intelectual do homem, não
precisaríamos do Espírito Santo. Se a igreja é para ser regida e governada pelo
intelecto, pelo programa educacional, e pelo intelecto da humanidade, não
necessitamos do Espírito Santo. E se for para ser governada pelo Espírito Santo,
não precisamos do intelectual. É um ou outro.
74 Agora, a emoção mental, agora, se nós unicamente: “quanto mais inteligente
for o homem, quanto mais intelectual ele for, quanto mais estudado ele for,
quanto melhor for a gramática que ele usar, então melhor é a igreja, em melhor
situação fica o povo.” Se ele pode apresentar o programa, e dizer: “Agora
construiremos uma grande igreja. A chamaremos de um certo nome. Chamaremos
a atenção do povo, através de toda cidade, quando pudermos tocar sinos todo
domingo de manhã, em nossas torres. Chamaremos a atenção dos pobres
pecadores perdidos na sarjeta, quando eles virem que usamos roupas melhores;
quando eles virem que nossas mulheres podem arrumar seus cabelos, os bonitos
chapéus que elas usam. E quando apresentarmos isto ao povo, os pobres e
famintos virão à nossas – à nossas reuniões e desejarão ser como estas mulheres
são. E os homens verão os bons ternos que usamos e como nos vestimos e
como. . .os carros que dirigimos, e o que fazemos, e como nos posicionamos
com capacidade social na cidade, com os Kiwanis e outros clubes, e coisas às
quais nos unimos. Eles verão isto, eles. . .e então o – o pobre e iletrado virá e
desejará trazer seus filhos e os educarão, para que então eles possam se tornar
um membro desta grande sociedade chamada igreja.” Agora, se esse é o
programa de Deus, eles estão certos. Mas Jesus nunca mencionou isto dessa
forma.
75 Jesus disse: “Se Eu subir, atrairei todos a Mim.” Então, através do programa
educacional do mundo, o qual é certo, está correto se não deixar Isto de fora.
Mas o homem não é trazido a Cristo através do intelecto, através da teologia. O
Espírito Santo, sozinho, é o poder de atração de Deus. O pobre nunca o receberá,
e o rico não pode, até se tornarem pobres destas coisas do mundo. Cristo
sendo rico, Se tornou pobre, para que através de Sua pobreza pudéssemos ser
ricos. “Aquele que se exalta, será humilhado; e aquele que se humilha será
12 A PALAVRA ORIGINAL
exaltado.” Eles colocaram a coisa às avessas. Eles estão tentando colocar os
homens na igreja, através de discursos intelectuais. Não é de discursos
intelectuais que precisamos. Mas é do batismo com o Espírito Santo, com
poder e demonstrações e manifestações do Espírito, é o que precisamos para
trazer os homens à igreja. É da unção atrativa do Espírito Santo.
76 Escolas e seminários são maravilhosos, nada tenho contra eles, mas este
não é o programa de Deus. Deus escolheu o ignorante e iletrado, homens que
não podiam falar bem, homens que não podiam nem mesmo ler seus próprios
nomes. Como a Bíblia disse: “Eles eram ignorantes e iletrados.” Mas eles tinham
ido a uma escola bem melhor. Pois quando eles curaram o homem na porta
chamada Formosa, eles conheceram que eles haviam estado com Jesus. [O
irmão Branham bateu seis vezes no púlpito – Ed.] Aí está a Escola.
77 E nisto, sendo o tipo intelectual de igrejas que temos hoje na América e ao
redor de todo o mundo, quando obtemos aquele tipo de educação, então o
cristão, o crente, o membro da igreja, lendo sua Bíblia, vê que devemos tentar
agir humildemente, ele deve tentar ser deste modo. Mas, fazendo assim, ele
apenas faz uma personificação carnal. Deixe isto se aprofundar. Um confronto
carnal! Ele está tentando fingir algo que realmente não está no seu coração. No
seu coração ele está pensando uma coisa, e tenta agir diferente. Pois, na
verdadeira genuína linguagem, aquilo faz dele um hipócrita.
78 Jesus disse: “Vocês, hipócritas, como podem dizer boas coisas? Pois da
abundância do que há no coração, disso fala a boca.” Se você não fala de
acordo com o que há no seu coração, seu coração pensa uma coisa e você fala
outra, isto é o que faz de você um hipócrita.
79 A própria palavra Fariseu significa, “ator.” Eles representavam sua religião,
pois eles tinham um coração de pedra. Eles chegaram e disseram: “Bom Mestre,
queremos ver um sinal de Ti, para provar que Tu és o que Tu disseste.”
80 Disse: “Como Me chamam bom, quando não há ninguém bom exceto Deus?”
Ele disse: “Geração má e adúltera procura por isto. E ali um sinal lhes será
dado! Como Jonas esteve no ventre da baleia, por três dias e noites, então o
Filho do homem estará no coração da terra, por três dias e noites.”
81 Agora, tentar estabelecer este novo programa, este novo plano que Deus
tem com a igreja, que foi apresentado no Pentecostes; não intelectual, de modo
algum. Mas, uns cento e vinte (pescadores, fabricantes de tendas, e donas de
casa) subiram no cenáculo e esperaram até que a profecia de Deus fosse
cumprida, e eles receberam o batismo com o Espírito Santo.
82 Jesus disse: “Parem com a pregação de vocês. Não prossigam. Não façam
A PERSONIFICAÇÃO DO CRISTIANISMO 13
mais nada sobre isto. Me esperem na cidade de Jerusalém, até, que sejam
revestidos com o Poder do Alto.”
83 Não, “Até que recebam seu B.A., ou seu D.D., ou seja o que for; até terem
um Ph. D. em psicologia.” Não, “E, se tornem, se torne um mestre intelectual,
esperem até receberem seu diploma.” Não, “Esperem até que lhe seja dado um
diploma.”
84 Mas, “Até que sejais revestidos com o Poder do Alto,” não da escola, mas,
“Do Alto. Então sereis Minhas testemunhas, tanto em Jerusalém, como na Judéia,
Samaria, e até aos confins do mundo.”
85 Sua última comissão foi: “A todo o mundo; pregai o Evangelho a toda criatura.
Aquele que crer e for batizado será salvo, e o que não crer será condenado. E,”
conjunção, “estes sinais seguirão aos que crerem; em Meu Nome expulsarão
demônios; e falarão novas línguas; ou se beberem alguma coisa mortífera, ou se
pegarem em serpente, não lhes fará dano algum; E colocarão as mãos sobre os
enfermos, e eles sararão.” Semelhantemente, tais coisas, eram para ser o sinal
do crente, em vez do culto intelectual, porque o intelectual não pode produzir
aquilo.
86 Agora descobrimos, então, para tomar. . . Ele ia fazer uma nova Igreja. Ele
não queria. . . Você não pode polir a velha igreja. Você apenas lhe faz uma
operação plástica, e isto não resolverá nada. É um novo coração. “Eu tirarei fora
o velho coração de pedra.” Não, “Você o lançará fora.” Mas, “Eu o tirarei fora.”
Você vê a diferença? É um ato de graça. “Eu o farei.”
87 E vocês batistas, presbiterianos, que pregam a segurança Eterna e agem
como o mundo. Que vergonha! O que estão pregando? Certamente.
88 “Eu tirarei o velho coração de pedra para fora e colocarei um coração novo
ali.” Agora observe. Ele disse que faria aquilo. Se você não pode colocá-Lo, fale
sobre Ele, na velha igreja intelectual.
89 E é por esta razão que a América está na condição que está hoje, porque
está calejada com a velha idéia intelectual. Esta é a razão pela qual ela tem que
seguir adiante. E – E tem que fazer com que cada pessoa assine papéis e
coisas assim, para seu pequeno reavivamento de Hollywood que se aproxima. E
todos eles saem, como garotos e garotas fascinados, e encenam um pequeno
programa. E quando partem, voltam e descobrem que cerca de noventa por
cento dos que aceitaram a Cristo como Salvador, eles não estão mais ali.
90 Qual é o problema? Não foi um reavivamento. Foi uma insinuação intelectual.
Correto. Isto apenas representava algo, como o povo americano aplaude, e – e
Holly-. . .um artigo da televisão. Levamos isto para a – a televisão. O púlpito foi
14 A PALAVRA ORIGINAL
transformado numa caixa de moda de Holywood. Quando, um velho e antiquado
pregador do Evangelho que costumava beber água de cisterna e pregava a noite
toda ao lado de uma lamparina; isto foi mudado. Nós mudamos isto, e isto é
porque temos o grupo intelectual.
91 E como pode você estar num lugar, onde em cada casa está passando na
televisão, Quem Ama a Lucy e todos estes outros programas pecaminosos
que estão no ar e na televisão, e outros como estes, como apresentaremos este
novo Evangelho no modo que Cristo nos disse para fazê-lo, numa situação como
esta? Se a mente permanece carnal, isto correrá através do irracional e do
fanatismo. Isto ultrapassará a Palavra de Deus e transformará em gotas de óleo
e tudo mais. Agora como você vai parar isto? A Bíblia disse que isto seria desta
maneira, então você não pode parar isto. Correto. Deus disse que isto seria
desta maneira. Agora, para onde iremos?
92 Os intelectuais! A velha senhora, eles fizeram nela uma operação plástica;
ela permanece a mesma velha mulher. O velho homem, eles fizeram nele uma
operação plástica; ele continua o mesmo velho homem. “Virarei minha página
nova, no – no Ano Novo, e começarei vida nova. Vou jogar fora meu cachimbo,” E
o apanha no dia seguinte. Vêem? Isto é apenas você. Não é de uma operação
plástica, é de um Nascimento, que a igreja necessita.
93 Agora você não pode pregar Isto na velha igreja. Ela não suportaria isto.
Jesus disse isto em Lucas, no capítulo 5, a respeito do vinho no odre, ele disse:
“Não se pode colocar vinho novo em odres velhos. Se você o fizer, ele se romperá.
94 Isso costumava me preocupar, isso chocava minha – minha mente infantil,
quando eu pensava: “Como poderia um odre parecer?” Agora, com a garrafa,
sendo velha, isto não faz nenhuma diferença, porque é vidro.
95 Mas, no tempo de Jesus, do que Ele falava, era do odre que usavam naquele
tempo, que era feito de couro animal. E a pele do animal era curtida. E quando
a pele do animal ficava velha, ora. . . Quando era novo e jovem, e havia acabado
de ser curtido, era flexível. Mas quando ficava velho, ficava seco. Agora, muitos
de vocês sabem como fica a pela quando ela seca. Ela fica velha e seca, fica
toda enrugada e bem dura. Agora, se você colocar um vinho novo ali, não tem
nenhuma vitalidade ali; aquilo romperá.
96 É exatamente como tentar pregar o batismo com o Espírito Santo, no poder
genuíno da – da ressurreição, é tentar estabelecer isso diante do povo. Quando
você o faz, o que acontece quando você coloca isto? Oh, eu espero que você
veja isto. A nova vida está fermentando.
97 A vida nova está fermentando. E se ele está no novo e flexível odre, onde o
A PERSONIFICAÇÃO DO CRISTIANISMO 15
óleo do animal ainda está na pele, quando o vinho novo começa a dilatar, a pele
esticará.
98 Por outro lado, quando a Bíblia diz: “Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e
eternamente,” a pele nova dirá: “Amém,” Se esticará com Isto. E quando o
Vinho novo diz, que, o batismo com o Espírito Santo: “Eu sou a Vida de Deus
que está operando em você,” a pele nova dirá: “Amém,” e esticará. Quando o
vinho novo diz, que, “o Espírito Santo é suficiente para nossa cura hoje,” o Vinho
novo se dilatará, o vinho sendo a Palavra. E quando Ela diz aquilo, então o odre
novo dirá: “Amém,” se dilatará para Isto.
99 Mas o que o velho corpo fará? “Os dias dos milagre passaram.” Então, o que
estamos fazendo? O que estamos realizando? Estamos. . . Ele disse: “O odre
velho perecerá, e o vinho perecerá nele.” E é quase como lançar suas pérolas
aos porcos. Eles viram e pisam em cima. Vê você isto? [A congregação diz:
“Amém.”]
100 Agora, Cristo não unge os ministros para pregar o Evangelho para que o
Evangelho volte a Ele vazio. Mas, Ele espera que você receba a Palavra. E
recebendo a Palavra, esteja pronto. Tome aquele velho couro de vaca que você
deixou ali, aquela velha condição formal, e troque-o pela pele de carneiro que é
flexível à Palavra de Deus. [O irmão Branham bate no púlpito seis vezes – Ed.] E
a tudo que a Bíblia diz, você dirá: “Amém.” Mas isto deve vir da Bíblia.
101 Pois, o vinho novo somente fermenta vinho. Ele apenas prova os – os
elementos que estão ali. A levedura simplesmente força o bulbo do álcool, o qual
desencadeia um processo de estourar, e a levedura estoura as bolhas, para
fazê-lo mais perfeito; para dar a ele um gosto melhor, para dar a ele uma melhor
conservação, para deixá-lo mais forte, para não deixar que ele azede. Amém.
102 E quando a levedura do elemento humano, que é adquirida no vinho novo,
estoura a bolha, para espalhar a força do álcool; ela empurra, da igreja, todos os
elementos mundanos assim, e preserva a igreja.
103 Suco de uva azeda em vinte e quatro horas, porém o vinho nunca azeda,
porque o germe de vida está no vinho, fermentado, dilatando e esterilizando. E
quanto mais velho ficar, melhor ficará. Deste modo.
104 O Vinho novo, ele deve ser colocado apenas nos novos odres pentecostais.
Deus tinha cento e vinte deles reunidos no cenáculo; após Ele ter ungido por
Sua Palavra, e amolecido e ter renovado e tirado deles todo velho ortodoxismo,
do velho sistema. E Deus tinha cento e vinte odres ali no cenáculo, com seus
pescoços levantados, e um funil em cima.
105 E quando o Espírito Santo começou a jorrar, aquelas garrafas ficaram vivas,
16 A PALAVRA ORIGINAL
até ao ponto de começarem correr lá fora, pregando o Evangelho, indo de lugar
em lugar. E um subiu em um toco e disse: “Isto é aquilo,” de volta à Palavra. “Isto
é aquilo que foi dito através do profeta Joel. ´Acontecerá nos últimos dias, disse
Deus, que derramarei o Meu Espírito, Meu Vinho novo, na Minha garrafa nova.’ ”
Que reavivamento eles tiveram! Esta é a ordem de Deus.
106 Aqui vem umas duas garrafas daquelas, e ali está um homem aflito. E quando
este homem aflito tocou na mão de um destes, ora, sua aflição o deixou. E ele
teve um pouco Disto, e começou a pular e louvar a Deus, e correr pelo templo,
gritando e glorificando a Deus.
107 Esta é a ordem de Deus; não uma grande escola com diploma, porém uma
viva, atuante experiência do Espírito Santo; sem fanatismo, mas o verdadeiro,
genuíno Espírito Santo colocado em ação. Que você possa ver isto, é minha
oração.
108 Agora observe a ordem da Escritura. É perfeita. Deus disse: “Primeiro, Eu
tirarei fora o velho coração de pedra; você não pode receber nada. Então,” Ele
disse: “Eu lhe darei um novo espírito.” Agora, aquele não é o Espírito Santo.
109 E aí é onde tem se cometido o erro. Muitas pessoas, ou melhor, muitos,
chegam até ao altar para orar, e eles ajoelham ali para orar, e, em oração, eles
começam a sentir um pouquinho melhor. Eles podem se levantar e seguir em
frente, e pular ao redor por algum tempo, e após algum tempo você descobre
que eles apenas saltam, saltam, saltam de novo. Eles nunca receberam o Espírito
Santo. Não importa o quanto pulem ou o quanto gritem, ou o quanto ele. . .o
azeite escorra de suas mãos, ou tenham as faces sangrentas, ou o quanto eles
falem em línguas, ou o quanto eles gritem, ou – ou o que eles fizerem. Aquilo não
tem nada a ver com isto. Aquilo foi apenas emoção humana. Eles têm um espírito
novo, e eles regozijam com ele.
110 Eu vou dizer algo, eu quero que isto penetre profundamente, e que Deus
possa ajudar. Aí está a – o lado emocional da então chamada Igreja do Espírito
Santo de hoje. Eles têm bastante fanatismo formado, e saem dali, porque eles
negligenciam a Palavra. Eles dizem, juntos, “Oh, tivemos uma grande reunião!
Aleluia! Aleluia! Aleluia!” Agora, quando você faz isto, e não carrega o fruto do
Espírito, então. . .Você está no espírito novo. Você não costumava fazer aquilo,
correto, mas Deus teve que te dar um espírito novo. Ora, o espírito que você
tinha, você não conseguia nem mesmo se dar bem consigo mesmo, então como
você progredirá com Deus?
111 Então, Deus teve que te dar um coração novo, não um remendado. Um
coração novo; este é o seu intelecto com o qual você pensa, um novo modo de
pensar. Então, quando ele te dá um novo modo de pensar, “Sim, correto. A Bíblia
A PERSONIFICAÇÃO DO CRISTIANISMO 17
parece ser tão racional. Eu não acreditava Naquilo. Agora eu creio.” Agora, aí
está o seu grande reavivamento. Vêem? Eles dizem: “Sim, claro, eu não quero
ir para o inferno. Eu quero aceitar a Cristo.” Tudo bem. Isto é bom. Este é
apenas o seu primeiro
Então Ele disse, depois disso: “Então te darei um novo espírito.”
O que é isto? Um novo desejo. “Eu quero fazer o correto.”
112 “Agora, eu sei que sou um cristão. Eu tenho que. . .Eu vou fumar mais um,
e então vou jogá-lo fora.” Vêem? E eu – eu – eu apenas verei. Eu – eu- eu
simplesmente ficarei em casa nesta noite, você sabe. Eu simplesmente. . .”
Todos estes pequenos, “só, apenas,” isto é certo. Eva parou apenas um
pouquinho. Isto foi tudo que ela teve que fazer.
Mas, agora, este é o novo espírito.
113 Então observem a ordem da Escritura. Depois Dele te dar um coração novo,
um espírito novo, Ele disse: “Então derramarei o Meu Espírito.” E então? Isto é
o que a Escritura diz aqui. Esta é a ordem, a ordem pneumática e numérica da
Escritura: “Um coração novo; um novo espírito; e então Meu Espírito.” Então, o
Espírito Santo de Deus. . .
114 O coração novo de Deus que Ele coloca em você, está bem no centro. Este
é o seu – o seu impulso, de onde você – você. . . seu – suas emoções saem. E o
novo espírito se posiciona bem no centro do novo coração. E o Espírito de Deus,
o Espírito Santo, se centraliza bem no meio do seu novo espírito. E, dali, Ele
controla sua emoção.
115 É exatamente como – a mola principal de um ótimo relógio à corda. Você
não precisa dar corda nele todo dia. Deus deu corda uma vez, por todas. E está
posicionada exatamente bem no meio da. . .da sua vida, da sua nova vida. E
como a mola principal, à medida que se afrouxa, vai marcando tique-taque, o
relógio, aquilo controla cada pequeno organismo daquele relógio, para um tempo
perfeito.
116 E quando o Espírito Santo. . .Não o diploma novo, não a igreja nova, não o
pensamento novo, não a emoção nova, não o óleo novo, não a dança nova, não
novos lábios, não uma nova língua, não o novo isto e “aquilo,” não o chapéu novo!
Mas quando Deus posiciona o Seu Espírito no meio do seu novo espírito, então
você não terá que fingir humildade, não terá que fingir que é um cristão. Ele
controla tudo que está dentro de você. Isto te faz decente, coloca a igreja em
ordem, faz com que os dons operem perfeitamente. E se você tiver que ser
tirado de um lugar onde você pensa que devia estar, e colocado em algum outro
lugar, Ele te controlará.
18 A PALAVRA ORIGINAL
117 Não mudando subitamente de opinião: “Eu nunca mais voltarei.” Não, senhor.
Isto mostra que a mola principal não está ali. Quando você explode com qualquer
coisinha que acontece, intoxica o humor. E quando acontece do pastor atingir
algo que está na Palavra, e você, [o irmão Branham faz um som de cuspir – Ed.]
“Bem, eu não creio Nisto.” Cuidado, couro velho de vaca! Vêem? Cuidado. A
nova mola principal não foi colocada ali corretamente, ainda.
118 Mas, Ela controla. Ela te faz crer. Ela te faz agir de tal modo até ao ponto
em que você se torna salgado. E o mundo todo sentirá sede de ser como você.
Isto é o Espírito Santo pousando no meio do seu espírito. É a mola principal.
Este é então o jugo, com o qual você é subjugado. . .
119 “Oh, eu odeio ter que ir à igreja, nesta noite. Eu não. . . E, aquele pregador,
se ele não fosse tão enfadonho, eu gostaria de ouvi-lo por alguns minutos. Mas,
eu lhe digo uma coisa, a última vez que fui ali, quando eu desci para jogar
cartas, a Susie me falou, ´não me diga, com todo descaramento, que você se
depreciou deixando seu cabelo crescer? Você vai me dizer que não vai mais
usar aqueles shortes, Lydia?” Bem, veja, a coisa é, se você tem o novo espírito,
ele simplesmente te matará. Isto é certo.
120 Mas quando você tem o Espírito Dele, isto faz com que cada emoção marque
exatamente a Palavra de Deus. Ela marcará exatamente com a Palavra. Você
dirá: “Bem, agora, Susie, só um momento. A Bíblia diz: ´é uma abominação
diante Dele, fazer isso. E o amor de Cristo entrou no meu coração, e eu O amo
muito para fazer isso. Veja, eu O amo.”
121 “John, você quer me dizer que você está associado àquele grupo de fanáticos,
e você não vai aceitar um charuto pelo nascimento de um novo garoto na minha
casa?”
122 “Mas, veja,” John, “diz que devemos. . .O Espírito Santo, no meu coração,
me diz que devemos nos abster da imundície do mundo.” Vêem? Vêem?
123 Não, “John! Aleluia, John! Glória a Deus, John! Louvado seja o Senhor! Vêem
aquele óleo na minha mão! Glória a Deus! John, eu posso falar em línguas.
Aleluia! Eu vou. . .” Não, não. Esta não é a maneira que o Espírito Santo Se
comporta. Não, não.
Ele faz seu tique-taque em decência.
124 Como Paulo se colocou diante de Agripa e trouxe a Palavra, ele disse: “Ó
Agripa. . .”
125 E Agripa disse: “Paulo, tu quase me persuades a ser um cristão.”
A PERSONIFICAÇÃO DO CRISTIANISMO 19
126 Ele disse: “Agripa, é estranho a você, sendo um judeu, uma vez que a Bíblia
já disse e falou sobre Jeová? É estranho a você que Deus ressuscite o morto?”
127 Ele não disse: “Agripa! Aleluia! Glória a Deus, Agripa! Aleluia!” Não, aquilo
era loucura.
Mas disse: “Agripa, as Escrituras o dizem.”
128 Vê onde a mola principal faz tique-taque para você? Corrige. Você não tem
que se preocupar com isto. Está tudo no programa de Deus. Isto faz tique-taque
para você se corrigir. “Não preocupeis com o que haveis de dizer,” disse Jesus.
“Não sois vós quem falais. É vosso Pai que habita em vós. É Ele Quem fala.”
129 “Agripa, você sendo um judeu, conhecedor de todas as leis do Velho
Testamento, é estranho a você, Agripa, que Deus ressuscite o morto?”
Agripa disse: “Paulo, o muito conhecimento te faz delirar.”
130 Ele disse: “Não estou louco, Agripa, mas estou aqui apenas lhe dizendo o
que Deus fez na Palavra.” Vêem?
“Oh, você se tornou um santo-rolador, Paulo.”
131 “Não, Agripa, estou dizendo apenas o que Deus disse aqui, na Escritura,
que Ele levantaria o Seu Filho, Cristo Jesus, no último dia. E agora, Agripa, seria
algo estranho a você, que o Deus Jeová, o Qual abriu o Mar Vermelho, o Qual fez
os milagres naquele dia, então Ele não realizaria milagres hoje?”
132 Ele disse: “Paulo, quase que tu me persuades a ser um cristão.”
133 Paulo disse: “Gostaria que tu fosses como sou, exceto estas correntes que
estou usando aqui nas minhas mãos e pernas.”
134 Aí está quando a mola, no meio do novo espírito, no novo coração, está
fazendo toda emoção se controlar. Vêem o que outro dizer? Aí está você. É aí
então, quando você livra sua cabeça do jugo do mundo.
135 Dizem: “Eu sairei e me unirei, mas eu vou lhe dizer. . .” E coloca sua cabeça
no jugo com Cristo? Você não diz que está subjugado com Ele? E então você
começa: “Oh, isto pesa em meus ombros. Isto fere o meu prestígio social. As
pessoas com as quais me associei antes, passam por mim e dizem: “Sim, aí
está ela! Ela é uma santa-roladora. Ali vai ele. Vejam, ele, John, não frequenta
mais o salão de sinuca.` Oh, é tão. . .Oh, isto me humilha, irmão Branham.”
Não. Você não obteve a coisa correta.
136 Quando a mola principal está no meio, batendo corretamente, então o jugo
20 A PALAVRA ORIGINAL
é revestido de penas. Oh, que coisa! Não importa de que o mundo te chame,
isto não faz . . .
137 “Oh, eu desviei, porque, vou lhe contar, eu simplesmente não posso suportar
eles me chamarem disto, daquilo, ou daquilo outro.” Bem, você nunca teve a
mola principal colocada no meio do. . .O Seu Espírito no meio do seu espírito.
Veja, você teve uma falsa personificação. Você, você chorou. Você teve uma –
uma – uma – uma concepção falha. Vêem? Você, você apenas – você apenas
aceitou o lado emocional, e nunca obteve o lado verdadeiro. Você apenas ouviu
o relógio bater e captou o barulho, e foi com ele, começou a fazer tique-taque
também.
138 Mas se a mola principal está fazendo tique-taque, se ela – ela está controlando
cada emoção, então o jugo se torna leve. Eles podem dizer: “Sabe de uma
coisa? Lá vai ela. Ela costumava ser uma boneca. Mas, olhe agora para ela, seu
cabelo está comprido, ela não usa mais maquilagem. Ela usa estas coisas de
aparência modesta. . .” Agora não estou querendo dizer de uma coisa saída do
baú. Mas quero dizer – quero dizer isto, que você deve se vestir decentemente.
“Ora, ela era uma coisinha das mais bonitinhas. Nós a víamos deitada no jardim,
usando shortes, tomando banho de sol, mas ela não faz mais isto.” Algo
aconteceu. A mola principal chegou ao lugar onde ela deveria estar. Correto.
“Oh, ele costumava descer ali, e era o craque no sinuca. Ele jogava baralho, de
mão cheia. E ele podia limpar as fichas aqui, e assim por diante. Ele era
um. . . Mas ele não faz mais isto.” A mola principal! “Oh, ele é um santo-rolador.”
139 Mas, o jugo é fácil. Você sabe o que fazer com ele? Você simplesmente
gosta de carregá-lo. É exatamente como Sansão quando ele levou o bronze. . .o
portão de bronze de Gaza. Um enorme portão de bronze, ele simplesmente o
tomou em seus ombros e o carregou. Correto. E quando o jugo está alinhado
com a alegria, e paz, e a dulçura de Cristo no seu coração, então você
simplesmente apanha todo peso que o mundo colocou sobre você e o leva a
uma determinada colina chamada Calvário, e ali você se ajoelha e ora por aquele
que estava te perseguindo. Não para fazer chover fogo do Céu e destruir a igreja,
mas você lhes traz paz. “Deus, seja misericordioso com eles.”
140 Agora, a Bíblia diz, que: “Quando o Espírito imundo sai de um homem, ele
anda em novos lugares e retorna.” E quando o diabo que uma vez te fez descer
até um beco, e quando ele volta, descobre que aquele velho beco foi mudado;
oh, que coisa! Deus enviou Sua grande escavadora. Você sabe o que ele fez?
Ele cavou a terra. Ele virou as coisas de cabeça para baixo. Ele simplesmente
fez daquilo uma vista diferente. E quando o diabo retorna para sua velha lata no
beco, onde ele costumava ter latas de cerveja espalhadas por todos os lados, e
cartas de baralho sobre a mesa, e cigarros esparramados por toda a casa, e
revistas de romances, e a True. Ele volta e a encontra varrida, adornada. Aleluia!
A PERSONIFICAÇÃO DO CRISTIANISMO 21
Deus enviou a Sua escavadora e limpou tudo aquilo.
141 Aqui está a sua escavadora, irmão! Compare com Isto. Varra tudo para
fora, escave tudo, e Ele começa plantar um jardim. E ele encontra, ali, que uma
grande, nova e moderna casa está construida ali. Amém.
142 O Espírito Santo tem mudado. E o Espírito Santo tomou o lugar da lata de
cerveja. [O irmão Branham bate no púlpito duas vezes – Ed.] A Bíblia toma o
lugar da moderna literatura diária. O Espírito de Deus toma o lugar da teologia
moderna. A reunião de oração volta ao lar, quando o Espírito Santo chega. Todas
as outras coisas vão embora.
143 E, ouça, amigo. No princípio, a Bíblia diz. . . Veja. Agora eu quero lhe
apresentar. . .Todo nosso intelecto e nossos credos feitos por homens. . .
Enquanto concluo, eu quero lhe apresentar algo.
144 No principio, quando este mundo estava aqui, vazio, ele não era nada a não
ser uma grande bola d’água, onde as grandes geleiras, e o calor do sol, enquanto
a terra oscilava e se movia no espaço, a milhões abaixo de zero. Aquilo formou
uma umidade.
145 O calor e o frio, juntos, criam a umidade. Você pode ver isso nas janelas, e
assim por diante, da casa, aqui e do lado de fora.
146 E quando a terra saiu seja lá de qual for a órbita em que estava, ora, o sol
alegou ser a origem de tudo, e aqueles projéteis voaram. Quando ela saiu dali,
ela se congelou em uma só grande coisa sólida. Então, assim que ela começou
a se mover, Deus observou. . . Ouçam atentamente agora. Assim que ela começou
a se mover, mais próxima do sol, ela começou a se descongelar.
147 Então, Deus comissionou o Espírito Santo. . . A primeira Pessoa, a ser
apresentada, foi Deus. Deus! “No principio era Deus,” em Gênesis. E então o
próximo a ser apresentado é o Espírito Santo, ou o Logos, o qual saiu de Deus.
Não obstante, tudo saiu de Deus, para uma Pessoa. E a Bíblia diz: “Ele começou
a pairar sobre a terra.” Pairar significa “fazer amor,” arrulhar como uma pomba.
Começou a pairar sobre a terra. O que aconteceu?
148 Seres mortais, concidadãos, homens e mulheres humanos, como sou nesta
manhã; seres humanos que possuem uma alma, uma alma imortal dentro de
você, quem é você? De onde você veio, e para onde irá? Pense agora, por um
momento.
149 Outra noite, quando meu. . .Vocês viram no jornal. Um de meus primos, que
era um farmacêutico, ou um médico, em Louisville. Quando saiu de seu trabalho,
e foi para casa jantar. E ele pediu a sua esposa para lhe trazer uma laranja, ficou
22 A PALAVRA ORIGINAL
rijo e morreu com um ataque cardíaco; Raymond Branham. E seu irmão, Georgie,
(meus próprios primos de sangue, ambos; os filhos do irmão do meu pai), saiu
para ver seu irmão. E no caminho, ao retornar, cinco minutos após ter deixado o
seu irmão, eles observaram o carro dançando e diminuindo a velocidade, e eles
viram um homem inclinando no seu banco. E ele morreu com uma parada
cardíaca.
150 E eu fui até a casa funerária outra noite, e olhei para o irmão Doc ali, e nós
entramos. E olhei nos salões, nas lembranças e nas flores que estavam
penduradas nas paredes e ao redor. E olhei para baixo, e lembranças vieram
minha mente, como um garotinho, brincando com aqueles rapazes, na época
que eu era apenas um menininho.
151 E eu pensei, aí está o pessoal, a casa está lotada, e a quarteirões por uma
distância que você não conseguia nem mesmo estacionar seu carro, por causa
dos amigos e parentes chegando. E o. . .E eu entrei, e ali minha prima Agnes
me agarrou pelo pescoço e começou a gritar. E quando acabei de consolá-la,
então ali aparece a Dorothy, a mais nova da família, e ela começou a me abraçar
e gritar, e dizia, “Billy, o que faremos?”
E quando eu disse: “Onde está a tia Lizzie?”
152 Disse: “Ela está tendo um ataque cardíaco, está mal, e pode morrer a
qualquer momento,” a mãe.
153 Então pensei: “O que está acontecendo com esta grande geração Branham?”
154 Eu pensei a mesma coisa quando vi meu pai, enquanto o segurava nos
meus braços, e o seu cabelo ondulado caído no meu braço, e ali eu o vi enquanto
olhava para mim e sorria quando eu estava orando por ele, e ele foi se encontrar
com Deus.
155 Eu pensei a mesma coisa poucos dias antes daquilo, quando Doc, meu
irmão ali, apanhou o seu próprio irmão, com a garganta cortada, pois um sujeito
bêbado, bateu em um poste, e despedaçou o carro e o matou. Ele morreu nos
braços do meu irmão. E vendo o papai descendo a rua, com a Sra. Kelly. . .A
casa do Sr. Kelly ali em cima, chorando, com o seu velho chapéu preto na sua
mão. E poucos dias depois, eu o segurava nos meus braços, enquanto ele
falecia.
156 Eu parei ali e observei a velha cadeira de balanço, sem ninguém nela, começar
a balançar, enquanto Ruth, minha cunhada ia se encontrar com Deus. E Eu
disse: “Querida, eu pendurarei a foto de Jesus aqui?”
Ela disse: “Billy, não. Ele está antes de mim, sempre.”
A PERSONIFICAÇÃO DO CRISTIANISMO 23
157 Então, quando eu me pus ao lado de minha esposa, Hope, a mãe de meu
garoto, Billy, e de minha garotinha, Sharon. E a vi segurar uma de minhas mãos,
enquanto seus olhos negros olhavam para mim, e falava do Lugar de onde ela
havia retornado, e para onde desejava retornar, e me disse: “Nunca deixe de
pregar este Evangelho, Billy. Você não compreende o gozo que é ir assim”’
158 E em poucas horas após aquilo, colocava minhas mãos sobre a cabeça de
meu bebê agonizante, e a coloquei nos braços da mãe, quando eu disse: Ó
Deus, eu sei que Tu produzes a seiva nas árvores, na primavera, e produzes os
brotos e os frutos e a escondes no chão enquanto o inverno passa. Tu tens que
ser Deus. E eu creio com todo meu coração que aquele fenomenal Menino que
nasceu na Galiléia, dois mil anos atrás, que, como Ele caminhou por ali, de
acordo com as Escrituras, para mim, Ele foi o Messias prometido. Não importa
o que dizem, eu creio nisto. E eu sei que há algo dentro de mim, que me mostra
coisas antes que aconteçam, que um Ser sobrenatural aparece e Eu vejo coisas
antes que venham. E Ele me adverte sobre as tais. Mas aqui estou eu, sem
aviso, para enfrentar esta coisa aqui. Ali jaz a mãe, morta, ali. E lá jaz papai . E
agora Tu vais tirar meu bebê de meus braços, Deus? Tu vais fazer isso, tirar
minha queridinha?” E o lençol preto começa a me rodear. Eu soube então que
Ele tinha feito aquilo. Se a mola principal não estivesse lá então!
159 Satanás me disse: “Agora, o que você acha disso? Mesmo seu bebezinho,
Ele vai tirá-lo de seus braços. Quão cruel!” Esse era o novo espírito, esse era
o. . . todo o intelecto.
160 Ali estava eu de pé e meus ossos se batendo. Eu pensei: “Onde iria eu?”
161 ”Eu sairei e tomarei um porre.”
“Você nunca bebeu em sua vida.”
“Mas eu farei isto, de todos os modos.”
“Ele disse para você não fazer isso”
“Mas eu o farei de qualquer modo.”
Eu Lhe mostraria quem era o chefe.
162 Eu disse: “Satanás, eu não posso. Ele é o meu Mestre.” Isto estava lá na
mola principal. Fico feliz por existir uma mola principal.
163 Quando subia a estrada, e o Sr. Isler. . . minha família tinha partido e eu ia
subir. . .Eu não podia ir até a sepultura. Eu apenas subia a estrada. A enchente
havia diminuído um pouco.
24 A PALAVRA ORIGINAL
164 E o Sr. Isler subia a estrada. Ele desceu do carro, e disse: “Billy, eu quero
lhe perguntar algo. Eu te vi chorando ali naquela barraca. Eu já te ouvi pregando.
E como você estava tão entusiasmado com a Mensagem que você estava
trazendo, e estava trazendo para o povo. O que Isto significa para você agora?
Você ainda O ama? Você ainda dirá que O servirá?”
165 Eu disse: “Sr. Isler, se Ele me mandasse para o inferno, eu ainda O amaria.
Pois, há Algo fortificado aqui, veja, que não sou mais eu, mas é Ele.”
166 Fiquei satisfeito com isto, pois, colocados em sepulturas diferentes, daqui,
até em Walnut Ridge, está minha família, meu pai, meu irmão, minha esposa,
minha nenê, e eles estão voltando para o pó da terra de onde uma vez vieram.
Mas eu sei disto, que eles estavam aqui quando o mundo foi feito, porque eles
foram tirados da terra. Eles estavam aqui quando a terra foi feita.
167 Nossos corpos estavam aqui antes da terra ser feita, pois somos da terra.
Somos feitos de cálcio, potássio, petróleo, luz cósmica, átomos, que nos formam.
E de algum modo, através de alguma Mente superior, fomos feitos assim como
somos. Não só um monte de potássio, cálcio e petróleo, mas Algo entrou ali e
começou a criar, e eu fui feito assim.
168 No princípio, o Espírito Santo começou a pairar sobre um deserto gélido;
desculpe minha emoção; mas quando não havia nada, e nunca tinha havido
nada. Porém o Espírito Santo foi enviado de Deus; não um intelectual. Mas o
Espírito Santo foi enviado da Presença de Deus, para fazer amor sobre a terra.
169 E, como foi, Ele estendeu Suas grandes asas ao redor da terra, e começou
a fazer amor, ou a afagar, namorar sobre a terra. Eu posso ver o cálcio e o
potássio se juntando, e um pequeno lírio de Páscoa se levantando. O Espírito
Santo o formou sobre a terra. E ele continuou acariciando-a. E enquanto ele
namorava e acariciava, eu comecei a ver árvores crescendo, pássaros começaram
a voar da terra, animais começaram a andar.
170 E então Ele continuou namorando, e o homem apareceu, chamava Adão. E
Adão parecia solitário, então Ele fez um sub-produto para ele, e tirou uma costela
no seu lado e fez para ele uma namorada, Eva. E Ele amava a Adão e amava a
Eva. E Ele os tomou. . .
171 E posso ver a pequena Eva, enquanto ela inclinava sua pequena cabeça no
ombro de Adão. E ela era tudo que uma mulher jamais podia esperar e mais que
isto. E enquanto ela estava inclinada no grande, forte ombro de seu amado,
Adão, e eles andavam pelo jardim, talvez, talvez, o – o leão rugia. Ele não tinha
medo, porque não havia nada a temer. Então ele disse: “Querida, aquilo é um
leão. Eu vou chamá-lo. Leo, o leão, venha para frente. Chita, tigre, venha aqui e
A PERSONIFICAÇÃO DO CRISTIANISMO 25
deite.” E eles os seguiam, como gatinhos.
172 Os ventos começaram a soprar, e o cabelo da pequena Eva começou a voar.
E ela disse: “Oh, que vento.”
173 “Paz, aquietai-vos.” E os ventos lhe obedeciam. Ele era o Filho de Deus. Ela
era a sua amada.
174 E então posso ouvi-lo dizer: “Querida, você está vendo o sol se pondo? É
hora de falarmos com o Pai.”
175 Então, eles subiam até a catedral, a grande Árvore. E enquanto se ajoelhavam,
de repente uma Celestial Luz brilhante descia, o Logos. O Espírito Santo que os
havia feito da terra, descia; Pai, Deus. E Ele dizia: “Filhos, se divertiram hoje?”
“Sim, Pai.”
176 “Eu desci para lhes dar um beijo de ´boa noite,` e para colocá-los para
dormir, nesta noite.” Ele os beijava na face, e os colocava para deitar. Nada
podia fazer mal. Ele estava no meio dos arbustos com eles. O leão, ele deitava
o leão. Ele deitava a chita, o tigre. Ele deitava todos, para que descansassem.
E o Pai estava muito contente.
177 Então o pecado, através do conhecimento, intelectual. . . espero que estejam
compreendendo isto. Através do intelecto, o pecado entrou no mundo, ao tentarem
encontrar mais luz, obtiveram algo que não estava na Palavra de Deus. Deus
disse: “No dia em que dela comerdes, naquele dia morrereis.” Mas Eva queria
algo novo.
178 Oh, pode ver você, no meu coração, que não estou tentando provocar a
ninguém? Estou apenas tentando expor, trazer à vista, o ASSIM DIZ O SENHOR,
a Palavra, nada além disto; não o fantástico, e grandes igrejas e intelectuais,
mas ouvir Aquele que nos trouxe da terra.
O pecado foi introduzido.
179 E agora, amigo, o Espírito Santo foi o único instrumento que Deus usou
para nos extrair da terra. E realmente viemos da terra. E estávamos aqui antes
de haver uma terra. Recordem, aqui está um encorajamento para vocês, pessoas,
que vão receber oração. Se o Espírito Santo, acariciando, fez um ser físico,
quem é o arquiteto de nosso corpo?
Ó Deus, que o povo possa ver isto!
180 O Espírito Santo te deu o seu apêndice, seus olhos, seu nariz, sua boca,
seu coração. E colocou um espírito novo em você, e então veio para morar em
26 A PALAVRA ORIGINAL
você. Nunca, de modo algum, aceite as coisas intelectuais, as teologias que
são contrárias à Bíblia, mas fique apenas com o ASSIM DIZ O SENHOR. Pelas
Suas pisaduras fomos curados.
181 O Espírito Santo gerou Seu Próprio corpo, para morar, Jesus Cristo; quando
Ele fez sombra sobre Maria e criou, ou gerou, uma célula Sanguínea no ventre,
que trouxe o filho, Cristo Jesus; onde Deus, Ele mesmo, Se colocou num
tabernáculo, na terra, por trinta e três anos e meio. E foi feita uma propiciação
por nossos pecados, para nos redimir, e para trazer reconciliação entre o homem
perdido e um Deus santo, para se beijarem e se reconciliarem. Pois, no frio do
entardecer, quando o sol estiver se pondo sobre nossas cabeças, quando a
viagem da minha vida estiver acabada e minha carreira estiver terminada, eu
quero que Ele me dê um beijo para eu dormir, como Ele fez com Estevão quando
ele foi jogado de mão em mão. Disse: “Vejo os céus se abrindo, e Jesus
assentado à destra de Deus.” Aí está você.
182 Agora, como pode isso acontecer? E se Deus nos fez o que somos, sem
termos nenhum conhecimento do que estava acontecendo. . . Se Deus me fez,
um homem, e me colocou na minha idade correta antes da morte chegar. . .Com
cerca de vinte e três anos de idade, eu era forte e saudável. E se Satanás não
interferisse. . . Ele tentou me aleijar e me matar e muitas coisas. Mas Deus viu
tão. . .
183 E você, quando você era jovem, e quando era bonita, vocês – vocês mulheres
que ficaram velhas. E vocês, homens, que eram jovens e fortes e saudáveis. E
como você gostou de ser um homem, juntamente com sua pequena companheira.
Se Deus fez aquilo sem nenhuma opinião sua; você nunca disse: “Faça-me
assim.” “E qual de vós poderá, com todos os seus cuidados, acrescentar um
côvado à sua estatura?”
184 Mas se Ele te fez assim, sem você ter que dizer nada, quanto mais pode
Ele, através do Seu afago, te dar uma – uma escolha. Você está sobre as bases
de um agente moral livre. Você pode rejeitar isto, ou você pode aceitar Isto.
Rejeitar Isto, é se perder, e continuar potássio, cálcio e petróleo. Mas, aceitá-
Lo, e ter um novo coração, um novo espírito, e o Seu Espírito; uma parte do
Logos em você, controlando suas emoções! E quando ele arrulhar através da
Sua Palavra, arrulhe você de volta, em resposta a Ele.
“Jesus Cristo é o mesmo, ontem, hoje e eternamente.”
“Amém, Senhor.”
“Eu Sou o Senhor que sara todas a tuas enfermidades.”
“Amém, Senhor.”
A PERSONIFICAÇÃO DO CRISTIANISMO 27
185 Quanto mais te levantará Ele, ainda que seu corpo tenha sido espalhado de
leste a oeste, pelo vento! Quanto mais pode este Espírito Santo, após a aniquilação
total através desta bomba atômica que cairá nesta terra num destes dias, abrindo
buracos, bem no meio dos estados. Mas o cálcio e potássio permanecerão
aqui. Então o Espírito Santo vai pairar novamente. Cada osso se ajuntará, cada
membro se ajuntará, e ali estará a Igreja do Deus vivo de pé no último dia.
186 Amigos, somente através do afago, ou do arrulhar do Espírito Santo isto
pode ser feito, Deus prometeu te ressuscitar, desde que você ouça a Sua Voz,
que permanece, uma Voz pequena que fala no profundo de sua alma.
187 E, amigos, concluindo, só mais um pouquinho. E eu quero que você pense
profunda e sinceramente. Nós vamos partir, um dia. E ora, oh, por favor me diga,
porque você tentaria aceitar qualquer imitação, qualquer teologia de igreja,
qualquer coisa intelectual, qualquer emoção, qualquer coisa contrária, quando
os céus pentecostais estão cheios da Bênção genuína, do verdadeiro Espírito
de Deus que te controla e faz de você um verdadeiro cristão. Você não tem que
personificar nada; seja apenas um filho do Deus vivo. Ora, diga-me, por que você
tentaria aceitar algo diferente, quando Deus está desejando e esperando e te
trouxe até aqui, e então tenta te amar, através do Espírito Santo; você apenas
aceitaria uma declaração de credos, e assim por diante, para tentar te levar para
o Céu, ou algo fantástico, uma emoção mental, a qual não é nem mesmo
reconhecida na Bíblia?
188 Você não quer receber Isto? Oh, povo de Deus, se ajoelhe ao seu Deus! Que
Deus possa ter misericórdia, é a minha oração, enquanto oramos.
189 E com nossas cabeças inclinadas, apenas neste momento solene, quando
talvez, neste próprio momento, que possa descansar sobre você, sobre esta
igreja, sobre muitos aqui. . . Pense profundamente. Não deixe que isto seja um
pensamento superficial. Está você amando o Espírito Santo? E o – o Espírito
Santo que está na sua vida, marcando sua emoção, exatamente com a Bíblia?
Você tem longanimidade, suavidade, bondade? O que é material não é – não é
testado. . .
Ouçam, enquanto você ora.
190 O material não é testado por sua quantidade, pelo tamanho; pelo tamanho
da igreja, o que estou querendo dizer aqui, vejam. Não é testado por sua
quantidade, mas por sua qualidade. O metal é testado por sua força. E a igreja
não é testada pelo seu tamanho, ou pela quantidade de membros. É testada por
sua força, pela Bíblia. Como pode ela dizer “Amém” a cada promessa que Deus
tem dado? Como sua vida se move? Com bondade, mansidão, suavidade,
paciência? E quando algo te aborrece? Há uma rodinha ali, fazendo tique-taque,
28 A PALAVRA ORIGINAL
para te controlar? Seu amor se move através do seu coração. Está você
simplesmente tentando colocar aquilo?
191 Oh, pense agora. E enquanto você está pensando seriamente e o Espírito
Santo tratando com você, te afagando, dizendo: Filho Meu, estou falando contigo.”
192 Agora, no Nome de Cristo, com as cabeças inclinadas diante de Deus, não
de mim, você levantará sua mão dizendo: “Deus coloque o Seu Espírito em
mim. Esta é a minha mão.” Deus te abençoe. Há muitas, muitas mãos.
193 E, Pai, Deus, no Nome do Senhor Jesus, Teu Filho, Aquele que sempre
afaga, corteja, arrulha, o Espírito Santo, eu Te peço isto, tome o Teu lugar no
coração de cada pessoa que levantou sua mão. Elas demonstraram que
necessitam de Ti. Oh, como precisam de Ti! E se elas reconhecerem isto agora,
e como será na hora que o coração se recusar a bater? E na hora que sentirem
o frio vapor da morte flutuando? Quanto mais elas reconhecerão isto então? E o
que somos? De onde viemos, e para onde iremos?
194 E, Pai, estamos cansados da personificação da vida cristã. Crie em nós,
Senhor, hoje, um coração novo, um espírito novo. E coloque o Teu Espírito, de
acordo com a Palavra do Teu profeta, no meio de nosso espírito novo. E controlenos
através do amor, alegria, paz, longanimidade, bondade, mansidão, paciência
e fé. E que todos os frutos do Espírito possam ser encontrados em nós, enquanto
nos rendemos humildemente, nossas almas, lá no nosso íntimo. A vida que traz
todo este potássio terrestre, cálcio, petróleo, juntos e nos formam assim; quando
isto acabar, voltaremos ao pó. E nós entregamos nosso espírito; nós o entregamos
a Ti. E crie em nós o tipo correto de espírito. E que o Espírito Santo, o Teu
Espírito, nos controle e nos guia enquanto viajamos.
195 Abençoe este povo querido. Cure as enfermidade que estão no nosso meio,
também, Senhor. E que possamos dizer, enquanto deixamos este edifício nesta
manhã, “Foi bom para nós estarmos aqui. O Espírito Santo fez uma obra em
nós, que transformará nossa emoção, que nos fará uma pessoa diferente do que
éramos quando entramos.”
196 Renove a esperança que está nos santos. Fortaleça-os Senhor, contra o dia
que está se aproximando. Oh, o milho está totalmente maduro. Jesus virá em
breve para a colheita. E eu oro por sua bênçãos no Nome de Jesus. Amém.
197 [O irmão Branham faz uma pausa e a pianista toca Necessito de Ti – Ed.]
Eu acho que seria bom permanecermos quietos, só por um momento, enquanto
ela toca.
Necessito de Ti, oh, preciso de Ti!
A PERSONIFICAÇÃO DO CRISTIANISMO 29
198 Eu gostaria de saber o que Georgie estava pensando outra noite, quando ele
havia acabado de deixar o seu irmão morto; enquanto ele descia pela rua e
sentiu o seu coração se afastando, ficando negro na sua frente; enquanto ele
partia assentado ali, deixando sua esposa e os amados.
Cada hora preciso de Ti;
Ó, abençoe-me agora, meu Salvador!
Eu venho a Ti.
Vamos cantar, juntos.
Preciso de Ti a cada hora,
Ó. . .(Para todos!)
. . .Quando Tu estás próximo.
Preciso de Ti, ó, preciso de Ti;
Cada hora eu. . .
Vamos levantar nossas mãos para Ele.
O abençoe-me agora Salvador!
Eu venho a Ti.
199 Ó Grande Jeová, mova agora. Sele cada um através do Teu Espírito. Coloque
em nossos corações aquele Algo que há tanto tempo está faltando. Dê-nos
aquela vitória, Senhor, aquela vitória triunfante que tanto necessitamos. Tu farás
isto, Pai? Esperamos em Ti. E agora oramos no Nome de Jesus. Amém.
200 Eu gostaria de saber agora, há alguém aqui para receber oração? Uma
senhora me telefonou de New Albany, e outra pessoa. Foi uma senhora que me
ligou de New Al. . .Tudo bem. Correto, venha aqui para receber oração, se você
apenas. . .enquanto nós. . .
Continue o hino que você estava tocando, irmã.
201 E, então, bem do lado aqui, para a fila de oração. Fiquem, por gentileza,
reverentes por alguns momentos. Em fila, pelo lado direito aqui, para que então
possamos orar pelos necessitados.
. . .lado do Jordão,
Nas doces colinas do Éden
Onde a Árvore da Vida está florindo,
Há um descanso para. . .?. . .
Jesus rompe cada grilhão,
Quando Ele te coloca. . .
30 A PALAVRA ORIGINAL
202 Peguem uma cadeira, talvez, para o irmão, se ele quiser se assentar. Você
prefere se assentar, irmão?
Eu sempre, sempre O louvarei,
Eu sempre, sempre O louvarei,
Eu sempre, sempre O louvarei,
Pois Ele me liberta!
203 Agora, o que aconteceu? Estes que estão de pé na fila agora, para receberem
oração, vieram solenemente com sua própria fé, crendo. Eles vieram dizer que o
Vinho chegou em odres novos, que estão desejando dizer “Amém” ao ASSIM
DIZ O SENHOR.
204 A Bíblia diz, que é ASSIM DIZ O SENHOR: “Se houver alguém no vosso
meio, enfermo, chame os anciãos, deixe que eles o unjam com óleo e que orem
por eles. A oração da fé salvará o enfermo.” E novamente, está escrito nas
Escrituras: “Estes sinais seguirão àqueles que crêem: colocarão as mãos sobre
os enfermos; eles sararão.” E fomos ensinados a fazer isto, e compelidos pelo
Espírito Santo, que esta é a ordem de Deus para ministrar àqueles que estão
necessitados.
205 Isto não significa que o indivíduo, que está orando, deve ser um santo ou um
anjo. Isto quer dizer que a pessoa, que está vindo, deve ter fé, no seu próprio
ser; que o Espírito Santo e Seu arrulhar, através da Sua Palavra, tem colocado
uma coisinha, que os faz crer que ele os envolverá até ficarem bons.
206 Como Abraão no passado, quando Deus apareceu para ele no nome de El-
Shadai, o peito, como o seio de uma mulher. E disse: “Abraão, você tem cem
anos de idade, mas eu sou ‘Aquele que tem seio!’ Apenas se encoste em Mim,
como um bebê e amamente e Eu confirmarei Minha Palavra.”
207 E Abraão, com cem anos de idade, se inclinou no seio de Deus; ele e Sara
sendo um, naturalmente, começou a considerar e afagar, e a aceitar a Palavra
de Deus. E o que aconteceu? Deus o transformou em um jovem, ele e a sua
esposa, e eles trouxeram um filho, Isaque; pois através de Isaque veio Cristo, o
Qual abençoou o mundo. Ele foi feito um pai das nações.
208 Porque, “Abraão chamou aquelas coisas,” ouçam, “Que não eram.” O caso
da cura divina, em Abraão, não era. . . Quando ele aceitou a promessa, e demorou
vinte e cinco anos para que ela acontecesse; vinte e cinco anos. Quando Abraão
tinha setenta e cinco, lhe foi dado a promessa; aos cem, o bebê nasceu. Mas,
através de todos estes vinte e cinco anos, ele continuamente em amor com o
Espírito Santo que o gerou da terra, e chamando a Palavra do Espírito Santo,
“Correta!” Chamando as coisas que são, como se não fossem, porque elas
A PERSONIFICAÇÃO DO CRISTIANISMO 31
eram contrárias à Palavra do Espírito Santo. Ele foi feito jovem, e trouxe o filho.
209 Agora, é assim que viemos. Somos semente de Abraão. E chamamos as
coisas, os sintomas, nossas aflições, nossas enfermidades, como se não
fossem, porque estamos obedecendo o que o Espírito Santo, através do profeta,
o vidente, disse ser a Verdade. E todos os homens através das eras que aceitaram
isto, se mostraram corretos, todas as vezes.
210 Agora estamos chamando estas coisas “corretas”, e as aceitamos como
nossa propriedade pessoal, e cortejando o Espírito Santo: “Sua Palavra é a
verdade. Eu recusarei qualquer outro sintoma, tudo mais. Eu creio que Tu me
farás bem. Porque, a Tua Palavra, Senhor, diz: ´A oração da fé salvará o enfermo,
e Deus o levantará.` Isto é tudo. Esta é a Verdade.”
211 Eu gostaria de saber, nesta manhã. . . Eu conheço o irmão Jackson; eu o
ouvi dizer “Amém,” em algum lugar ali atrás. E eu gostaria de saber se há outros
ministros aqui, nesta manhã, que crêem na cura divina, que gostariam de vir, se
colocando aqui conosco, por estas pessoas. Eles são seus irmãos em Cristo.
Vocês gostariam de vir aqui e orar conosco, enquanto nosso pastor vem à frente,
aqui, se assim for, venha orar pelos enfermos nesta manhã. O restante de vocês,
venha, tomem seus lugares bem aqui conosco, enquanto ministramos aos – aos
necessitados no edifício nesta manhã. Quaisquer dos ministros que desejarem
vir. E eu creio que vi Teddy ali, pouco tempo atrás, se eu não estiver enganado.
E qualquer outro ministro, seja quem você for, não importa; estamos simplesmente
felizes em tê-los aqui em cima, se você é um crente, para unir sua fé conosco,
enquanto oramos pelos necessitados.
212 Agora, quero que os anciãos se aproximem, o irmão Higginbtham e aqueles
que estão aqui de pé, que podem ir puxando a fila, enquanto oramos por eles, e
ministraremos.
213 Agora, irmãos que ministram, venham até aqui, por gentileza. Oraremos por
estas duas pessoa assentadas nas cadeiras, primeiro, então ministraremos
aos outros.
214 E todos aqui que estão falando com o Senhor Jesus, (e todos vocês deveriam
estar, nesta manhã), eu quero que você se una conosco. E se este. . . E pode
ser o seu irmão, sua irmã, seu papai, ou mamãe, e vocês querem que eles
fiquem curados. E é a sua fé, a projeção da sua fé saindo como um grande
dínamo, aqui, que traz a Glória da Shekinah de Deus, que unge o indivíduo para
ter fé. “A fé vem pelo ouvir, ouvir a Palavra.”
215 Agora o Espírito Santo está aqui para injetar, ou melhor, a Palavra de Deus
dentro do seu coração, que você aceitou. E então, quando você crê Nela, você
se aproxima.
32 A PALAVRA ORIGINAL
216 Agora qual é o meu dever, e o destes ministros? Impor as mãos sobre você.
“A oração da fé salvará o enfermo,” disse Deus.
217 Então você apenas tomará aquilo, e ficará em amor com o Espírito Santo.
“Ó Espírito Santo, a Tua Palavra é verdadeira. Eu não estou mais doente. Estou
apenas melhorando, o tempo todo. Eu Te agradeço, Pai Celestial, por Tua bondade
para comigo. Estou constantemente melhorando, a cada hora, a cada hora.”
Observe o que acontece, enquanto – enquanto você produz amor, enquanto você
afaga o Espírito Santo que está te acariciando, através da Palavra.
Agora orarei, então teremos a imposição de mãos.
218 Agora, Deus Pai, Tu viste o necessitado, e estamos certos de que Tu és
capaz e suprir cada necessidade; Tu, o Qual pudeste tirar Daniel da cova dos
leões; e os filhos hebreus da fornalha ardente; que pudeste abrir o Mar Vermelho,
e o povo atravessou em terra seca; que pudeste ressuscitar Lázaro dos mortos;
e levaste Elias para Casa, numa carruagem. Ó Deus, Tu nunca falhaste.
219 E estes novos odres com Vinho novo, com nova esperança e Vida nova,
vieram para frente nesta manhã para serem ungidos, e terão as mãos impostas
sobre eles, em celebração à Palavra.
220 E, Pai, estamos aqui de pé como homens, para impor as mãos, como Tu
nos comissionaste. “Se colocarem as mãos sobre os enfermos, eles sararão.”
Aquela comissão no Evangelho é simplesmente tão vital, como o é na pregação
do Evangelho: “Aquele que crer e for batizado será salvo.”
221 E oramos, pai, que Tu concedas a Tua Palavra para ser cumprida neste dia.
Enquanto nós, sobre a confissão destas pessoas, que estão trazendo sua fé,
para testá-la contra o poder do diabo. Deixe-os ir, liberte-os, cada um, no Nome
de Cristo.
222 Com suas cabeças inclinadas, enquanto vamos para frente agora para
ministrar a estes.
223 Nossa amada irmã, no companheirismo do Senhor Jesus. Como ministros
da cruz, nós agora, como participantes divino da Sua bênção na ressurreição.
Em celebração à Sua Palavra, pedimos para que o mal te deixe, no Nome de
Jesus. E que você possa ser curada. Que sua fé nunca possa acabar. Mas, que
você possa extrair de Deus, a corte do Espírito Santo. Sua Força, que te trouxe
do pó da terra, e colocou cada parte no seu corpo; ele é mais do que capaz de
consertar aquilo que ele fez, onde Satanás dilacerou. Te apresentamos a Deus,
como um crente, no Nome do Seu Filho, Jesus.
224 E o nosso irmão, sobre o qual colocamos nossa mão, com a mesma oração,
A PERSONIFICAÇÃO DO CRISTIANISMO 33
diante de Deus nosso Pai, e pela unção do Espírito Santo, e a comissão que
estas coisas deveriam ser feitas. Nós, como ministros que crêem, te
apresentamos a Deus, o Espírito Santo, que te extraiu da terra, e colocou cada
órgão no seu corpo. E vemos que Satanás desceu e interrompeu, quebrou o
seu corpo, portanto. . .?. . .Que sobre o. . .?. . .as pessoas vindo até este altar..
Ou, sobre qualquer. . .?. . .pedimos que Deus lhe dê. . .?. . .sobre esta obrigação
solene. Colocamos nossas mãos sobre você, em celebração à Palavra, não
conhecendo o seu coração, mas peço que o Deus Todo Poderoso, o qual te
afagou na terra, restabeleça, ou fortaleça os fracos, os lugares vitais do seu
corpo, e te traga de volta ao. . .à sua saúde perfeita, no Nome de Jesus.
225 [O irmão Branham e os ministros continuam orando pelos enfermos, por
dois minutos, porém as palavras não são suficientemente audíveis para a
impressão – Ed.]
226 Deus Todo Poderoso e Onipotente, O infinito, o Onipresente, o Onipotente,
Tu que preenches todo espaço! Colocamos as mãos sobre a irmã, apresentandoa
a Ti, com a mesma oração que oramos pelos outros, para que Tu realizes em
seu corpo, o que está faltando e foi roubado pelo Diabo. E. . .?. . .para a Glória
de Deus.
227 Deus, Pai, do mesmo modo colocamos as mãos sobre nossa irmã, com a
mesma oração, que. . .?. . .Esta bênção nós pedimos no Nome de Jesus.
Amém.
228 Pai, Deus, sobre o corpo deste homem, o qual, pelo desgaste dos anos,
inclinou seus ombros, enrugou sua face, e arruinou o corpo dele. Mas Tu, Ó
Deus, o Qual é o Espírito Santo que acaricia, o entregamos a Ti, no Nome de
Jesus. Que, o Espírito Santo volte com grande amor. E que Isto possa causar
em nós, o reconhecimento que Aquele que o tirou da terra, pode também
restabelecer aquilo que Ele criou!!
34 A PALAVRA ORIGINAL
A PERSONIFICAÇÃO DO CRISTIANISMO
Nº 237
Esta mensagem foi pregada pelo irmão William Marrion Branham, no dia 20 de janeiro de
1957, em Jeffersonville – Indiana – E.U.A. E esta tradução ao português foi publicada em março
de 2007 pela “A Palavra Original”.
A PALAVRA ORIGINAL
Caixa Postal 15020
74501-970 – Goiânia – GO
.